Nurembergue e Dresden têm as feiras de Natal preferidas dos alemães | Conheça os destinos turísticos mais famosos da Alemanha | DW | 20.11.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Nurembergue e Dresden têm as feiras de Natal preferidas dos alemães

Próximo ao primeiro domingo de Advento são abertas as feiras alemãs de Natal, completando a típica atmosfera de final de ano no Hemisfério Norte: luzes coloridas e cheiro de amêndoas torradas e vinho quente.

default

Feira Christkindlesmarkt, de Nurembergue

As feiras alemãs de Natal remontam ao século 15. Em seus primórdios, duravam no máximo dois dias e tinham poucas barracas próximas à igreja principal. Hoje, a tradição se espalhou por todo o país. Com a duração de quase um mês, as feirinhas são sinônimo de festividade, compras e diversão no inverno europeu.

Uma pesquisa online realizada pela associação e pelo portal de cidades Meinestadt.de, com a participação de três mil usuários, revelou que Nurembergue e Dresden têm as feirinhas natalinas preferidas dos alemães. Leia abaixo mais informações sobre as feiras preferidas:

Christkindlesmarkt de Nurembergue

O Christkindlesmarkt (feira do Menino Jesus) é a feira natalina mais conhecida do mundo. Mencionada pela primeira vez em 1628, ela é aberta todos os anos na sexta-feira antes do Advento e prossegue até a véspera de Natal.

Eröffnung Christkindlesmarkt Nürnberg

A 'Christkind' (Menino Jesus) de Nurembergue

Desde 1948, realiza-se uma cerimônia especial de abertura, com o "Menino Jesus" (um papel cobiçado, representado por uma adolescente da cidade) declamando um prólogo. A arquitetura medieval da cidade dá um toque ainda mais especial à atmosfera natalina.

Cerca de 180 barraquinhas de madeira, decoradas com tecido branco e vermelho, oferecem não só o que a cidade tem de tradicional − Lebkuchen (pão de mel), Früchtebrot (pão de frutas secas e especiarias) e a salsicha típica da cidade − como também artesanato da região.

Striezelmarkt em Dresden

Fundada em 1434, a Dresdner Striezelmarkt é a feirinha natalina mais antiga da Alemanha. Seu nome vem de Hefestriezel (bolo em forma de trança), que com o passar dos séculos virou o famoso Dresdner Christstollen, o bolo de Natal alemão. Típicos da cidade são ainda o Pflaumentoffel, um boneco da sorte feito com ameixas secas, e a maior pirâmide de Natal do mundo (segundo o Guinness), com 14,6 metros de altura e 42 figuras.

Weihnachtspyramide auf dem Striezelmarkt in Dresden

Pirâmide de Natal gigante é atração em Dresden

Uma pirâmide de Natal é uma estrutura giratória de madeira em forma de cone, que pode ter vários andares, decorados com figuras natalinas. O movimento giratório é obtido com o ar quente das velas acesas em sua base, que impulsiona as hélices no seu topo.

Por estar próxima à serra Erzgebirge, Dresden é considerada "cidade do Natal" por excelência, pois nesta região são fabricados muitos adornos típicos desta época, principalmente em madeira. Não faltam também os tradicionais quebra-nozes, os Räuchermänner (bonecos de madeira em que se coloca incenso), a típica cerâmica azul do Lausitz, as rendas de bilro de Plauen e as bolas de Natal feitas a mão.

Colônia

O enorme sucesso turístico das feirinhas natalinas de Colônia levou à criação de várias feiras na cidade, todas já consagradas. Há momentos nos finais de semana do Advento em que o centro da cidade chega a ser interditado pela polícia, por causa do acúmulo de público. A cidade recebe excursões dos países vizinhos − principalmente Reino Unido e Holanda −, mas também do Leste Europeu.

Weihnachtsmarkt Köln freies Bildformat

Feira de Natal junto à Catedral de Colônia

Além das tradicionais feirinhas junto à famosa catedral gótica, há ainda outras no centro histórico, na praça central Neumarkt e na praça Rudolfplatz. Atrações especiais são a Feira Natalina da Idade Média, junto ao Museu do Chocolate, e a Feira Flutuante, num barco sobre o Rio Reno.

Leipzig

A feirinha de Natal de Leipzig remonta a 1767 e conquistou enorme popularidade nos últimos anos. Os visitantes elogiam especialmente as atrações oferecidas às crianças, como a presença de um Papai Noel.

Adicionalmente às barracas, Leipzig tem o maior calendário de Advento do mundo, disposto numa superfície de 857 m². De 1º a 24 de dezembro, todos os dias às 16h30, é aberta uma das enormes janelas, de 2 x 3 metros.

Rostock

Weihnachtsmarkt in Rostock

Barraquinhas da feira no centro histórico de Rostock

A maior feira natalina do norte alemão tem duas peculiaridades: em primeiro lugar, a chegada do Papai Noel é num navio. Em segundo, a evidente integração com os países vizinhos. As centenas de barraquinhas, espalhadas ao longo de vários quilômetros, oferecem não só produtos típicos da região, como também especialidades da Finlândia, da Suécia e dos países bálticos.

Aachen

Mais de 1,5 milhão de pessoas visitam a cada ano a feira de Natal ao pé da catedral da cidade de Carlos Magno, no oeste alemão. Vale a pena experimentar o Reibekuchen (bolinho de batata ralada), as tradicionais bolachas Spekulatius e Aachener Printen, além das delícias de marzipã, produzidas na cidade e exportadas para todo o mundo.

Stuttgart

A feira de Natal na cidade suábia tem longa tradição: ela foi citada oficialmente pela primeira vez em 1692. Os produtos típicos, o clima festivo dos concertos de Advento no jardim do castelo Altes Schloss, as barraquinhas de madeira luxuosamente decoradas com figuras de anjos, ramos de pinheiros e bolas de Natal, e o "Mundo Infantil" atraem milhões de visitantes a cada ano. (rw)

Links externos