Novo disco da banda Modeselektor tem ecletismo e Thom Yorke | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 07.10.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Novo disco da banda Modeselektor tem ecletismo e Thom Yorke

Dupla berlinense se consolida com o recém-lançado "Monkeytown", no qual as batidas eletrônicas se juntam a um caleidoscópio de estilos. Líder do Radiohead é um dos convidados.

default

A dupla berlinense de música eletrônica Modeselektor

Foi lançado nessa semana Monkeytown, o novo disco da dupla berlinense Modeselektor. Conhecida por casar irreverência, ecletismo e batidas energéticas, a banda conta com participações especiais no novo álbum e dá sinais de que amadureceu sem perder a criatividade.

Esse é o primeiro disco da dupla a ser composto, gravado e produzido integralmente em estúdio numa única sessão, que durou de dez semanas. Um processo que, segundo os integrantes da banda, quase os enlouqueceu, mas valeu a pena.

Cidade do macaco

Monkeytown transita livremente entre estilos e ritmos e leva adiante algumas das misturas que a dupla já havia utilizado em discos anteriores, mas desta vez de maneira mais extrema e harmônica. As batidas continuam claras e presentes, mas são envoltas em diversas camadas de efeitos, orquestrações e sintetizadores.

Modeselektor Monkeytown Cover

Capa do recém-lançado disco "Monkeytown"

A música eletrônica do grupo é sempre dançante, o que dá unidade a um disco que passeia pelo hip hop, punk minimalista, dub e techno sem perder o foco. A faixa de abertura, Blue Clouds, mistura batidas repetitivas e climáticas com ritmos sincopados, um dubstep que, apesar de flertar com influências mais sombrias, consegue ser cheio de energia.

Os convidados dão o tom em mais da metade do disco, em colaborações que não só funcionam, mas espandem o som do grupo. Parceiros de longa data, como Siriusmo e Apparat, aparecem em faixas mais eletrônicas, respectivamente na hipnótica Green Light Go e na climática War Cry. Os anos 90 são evocados na dançante Evil Twin, com vocal de Otto von Schirach. 

A faixa Pretencious Friends, com o rapper americano Busdrive, segue a linha do hip hop de artistas como Kanye West. Já a parceria com o grupo Anti Pop Consortium é um dubstep sombrio com vocal de rap. Com uma levada mais R&B, Berlin tem a participação da cantora romena Miss Platnun.

Os destaques do disco são as duas parcerias com Thom Yorke, vocalista e compositor do Radiohead. Shipwreck tem batida hipnótica, barulhinhos e um crescendo que beira a urgência sem perder a ternura. O que também acontece em This, onde o vocal vai aos poucos se desconstruindo e de fundindo a efeitos e orquestrações eletrônicas.    

Encontro na rave

O Modeselektor pode ser considerada uma banda veterana da cena berlinense. Gernot Bronsert e Sebastian Szary se conheceram em Berlim no começo dos anos 90. Na época, Sebastian já produzia música e costumava se apresentar em raves ilegais. No clima de anarquia, caos e festa em que se encontrava a cidade após a queda do muro, a dupla começou a produzir música sob o nome de Fundamental Knowledge.

Modeselektor

Banda passou 10 semanas no estúdio gravando o novo disco

Depois de quatro anos juntos, trocaram o nome para Modeselektor. O nome veio de uma função do sintetizador Roland, muito popular entre artistas de música eletrônica. 

Em 2000 a banda conheceu a DJ e produtora Ellen Allien, que a contratou para fazer parte de seu selo BPitch Control. A dupla então lançou uma série de singles. Com energéticas apresentações ao vivo e músicas tocando em pistas do mundo todo, a visibilidade da banda cresceu e eles começaram a remixar artistas como Paul Kalkbrenner, Alter Ego, Missk Kittin e Björk.

O disco de estreia, chamado Hello Mom!, saiu em 2005 e mostrava todo o talento da banda em misturar techno com ritmos mais obscuros, como o grime e o industrial, mas sem perder o bom humor e a veia pop.

Dois anos depois veio Happy Birthday!. Mantendo-se fiel ao clima de festa e experimentalismo, o álbum tinha participações nos vocais do rapper francês TCC, das bandas Puppetmastaz e Maximo Park e de Thom Yorke. 

Thom Yorke e Moderat

Nada melhor para o Modeselektor do que ter entre seus fãs Thom Yorke, líder do Radiohead. O músico declarou em diversas entrevistas que a dupla alemã é a sua banda favorita. As colaborações começaram em 2007, quando o Modeselektor remixou a faixa The White Flash, do disco solo de Yorke. Desde então Yorke participou dos dois últimos discos da dupla, que está presente no disco de remixes que o Radiohead lançou neste ano.

Thom Yorke, Sänger der britischen Rockgruppe Radiohead Kalenderblatt

Thom Yorke do Radiohead é fã declarado do Modeselektor

Outro colaborador constante da dupla é Sascha Ring, conhecido pelo nome de seu principal projeto, Apparat. Os dois grupos já haviam colaborado no single Auf Kosten der Gesundheit, em 2003, sob o nome de Moderat. Em 2009 eles levaram o projeto adiante e lançaram um álbum homônimo, que foi um dos mais importantes lançamentos de música eletrônica daquele ano.

Com o lançamento nesta semana de Monkeytown, o Modeselektor cai na estrada para apresentar ao vivo as músicas do álbum. A turnê que começa nesta sexta-feira (07/10) em Londres deve percorre diversos países da Europa até dezembro, incluindo datas em Jena, Frankfurt, Colônia, Munique e Stuttgart, na Alemanha. A banda promete levar o show de Monkeytown para a Austrália, Estados Unidos e Ásia no começo do ano que vem. O Modeselektor, que se apresentou no Brasil em 2006, ainda não tem datas acertadas para voltar ao país.

Texto: Marco Sanchez
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais