Novo ataque a tiros deixa mortos nos Estados Unidos | Notícias internacionais e análises | DW | 04.08.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Estados Unidos

Novo ataque a tiros deixa mortos nos Estados Unidos

Ao menos nove pessoas morrem e 27 ficam feridas em tiroteio na cidade de Dayton, em Ohio. Atirador foi abatido pela polícia, que investiga motivo do crime. Incidente ocorre horas depois de ataque em El Paso.

Polícia cerca região alvo de tiroteio em Dayton, em Ohio

Ataque a tiros ocorreu em região de bares em Dayton, em Ohio

Um novo ataque a tiros neste domingo (04/08) deixou ao menos dez mortos, incluindo o atirador, e 27 feridos na cidade de Dayton, em Ohio, nos Estados Unidos. O tiroteio ocorreu apenas algumas horas depois de um incidente semelhante em El Paso, que ocasionou 20 mortes.

"O atirador morreu. Há também outros nove mortos", anunciou o Departamento de Polícia de Dayton. "Tínhamos agentes nas imediações quando começou este tiroteio, pudemos agir e dar fim a ele rapidamente", acrescentou. Segundo as autoridades, a ação rápida da polícia evitou uma tragédia maior.

A polícia afirmou que o ataque começou por volta de 1h (horário local) e que o FBI está ajudando na investigação. O tiroteio aconteceu no bar Ned Peppers, a oeste do centro de Dayton, para onde foram deslocados vários policiais e ambulâncias, segundo testemunhas citadas por veículos de imprensa locais.

"Todo nosso pessoal está a salvo e nossos corações estão com todos os envolvidos enquanto verificamos as informações", publicou o bar na sua conta do Instagram.

A polícia acredita que a ação foi conduzida por apenas um atirador, que já foi identificado. Os motivos do ataque ainda estão sendo investigados. O tiroteio ocorreu num bairro histórico da cidade de 140 mil habitantes, onde estão localizados diversos bares, restaurantes e teatros. A região é considerada segura pelas autoridades.

"É um incidente muito trágico e estamos fazendo de tudo que podemos para investigar e tentar descobrir a motivação por trás disso", afirmou o tenente-coronel da polícia, Matt Carper.

De acordo com o prefeito de Dayton, Nan Whaley, o suspeito usava uma armadura no momento do ataque e portava um rifle calibre 223 com alta capacidade de munição.

O porta-voz do hospital local de Miami Valley, Terrea Little, confirmou que a unidade estava atendendo 16 vítimas. Alguns vídeos e fotos foram divulgados nas últimas horas nas redes sociais, nos quais supostamente se vê o atirador e se escutam os disparos de um fuzil.

O ataque em Ohio ocorreu algumas horas depois de um jovem de 21 anos abrir fogo num supermercado em El Paso, no Texas, deixando pelo menos 20 mortos e outros 26 feridos. Autoridades investigam a hipótese de o ataque ter sido um crime de ódio. Em um manifesto, o suspeito teria afirmado que a ação era uma resposta à suposta invasão latina no Texas.

Depois dos ataques, o papa Francisco expressou sua proximidade espiritual com as vítimas dos tiroteios ocorridos nos Estados Unidos. O pontífice pediu então às centenas de fiéis que lhe escutavam da praça de São Pedro para unir-se à sua oração "por todos os que perderam a vida, os feridos e seus familiares".

CN/efe/afp/lusa/ap

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | App | Instagram | Newsletter

Leia mais