Naufrágio mata pelo menos 12 migrantes na costa da Grécia | Notícias internacionais e análises | DW | 11.01.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Migração

Naufrágio mata pelo menos 12 migrantes na costa da Grécia

Desde que a Grécia voltou a ser a principal porta de chegada à Europa, barcos partem quase diariamente de sua costa oeste para a Itália. Campos de migrantes do país estão superlotados.

Uma embarcação levando 50 migrantes, possivelmente a caminho da Itália, afundou diante da costa ocidental da Grécia neste sábado (11/01). Segundo a Guarda Costeira local 21 passageiros foram resgatados, 12 encontrados mortos.

O naufrágio ocorreu diante do grupo de ilhas Paxoi, no Mar Jônico. As autoridades foram alertadas por um telefonema de emergência, em que alguém avisou que o barco estava ficando inundado. Seis barcos de patrulha e três helicópteros seguem vasculhando as águas. Navios de passageiros e de frete em trânsito foram igualmente envolvidos na busca.

Em outros incidentes independentes, nesta sexta-feira e sábado, 73 pessoas foram salvas das águas, informou a Guarda Costeira grega. Quase diariamente, embarcações carregadas de migrantes partem da costa oeste do país para a Itália, em tentativas dos traficantes de contornar a "Rota Balcânica" terrestre, atualmente bloqueada.

Com as fronteiras norte da Grécia fechadas, alguns migrantes tentam atravessar as montanhas até a Albânia, ou arriscam travessias marítimas clandestinas para a Itália, num esforço de chegar à Europa ocidental.

Desde 2019 a maioria dos acampamentos de migrantes da Grécia têm estado superlotados, pois o país voltou a ser o principal ponto de ingresso na União Europeia. Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), mais de 14 mil das 55 mil novas chegadas ilegais ao continente em 2019 partiram da Turquia.

AV/afp,ap,rtr,dpa

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 
App | Instagram | Newsletter

Leia mais