Naufrágio deixa ao menos 45 mortos no Mar Mediterrâneo | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 27.05.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Naufrágio deixa ao menos 45 mortos no Mar Mediterrâneo

Embarcação com migrantes afunda durante travessia em direção à Europa, e dezenas continuam desaparecidos. Mais de 2 mil pessoas são resgatadas na região em apenas um dia pela Guarda Costeira italiana.

Pelo menos 45 migrantes morreram nesta sexta-feira (27/05) em um naufrágio no Mar Mediterrâneo e mais de 2 mil foram resgatados por barcos na região, afirmou a Guarda Costeira da Itália. Dezenas de pessoas continuam desaparecidas.

"O navio Vega resgatou 135 migrantes na carcaça de um barco. Quarenta e cinco corpos foram recuperados e as buscas prosseguem", disse a Marinha italiana. Não há informações sobre o número exato de pessoas que estavam a bordo da embarcação no momento do acidente.

A nova tragédia acontece um dia após um naufrágio que matou entre 20 e 30 pessoas. Somente nos últimos três dias, mais de 70 migrantes morreram tentando fazer a travessia no Mediterrâneo em direção à Europa.

"Três naufrágios, em três dias, é preocupante. Agora estamos vendo chegar barcos de pesca em muito mau estado", afirmou Carlotta Sami, porta-voz agência da ONU para Refugiados (Acnur).

Ao longo desta semana, cerca de 14 mil migrantes foram resgatados no Mar Mediterrâneo, segundo a Guarda Costeira italiana e a ONU. O clima mais quente e as águas mais calmas causaram o aumento no número de pessoas que tentam cruzar o mar saindo da Líbia.

O número de migrantes que buscam realizar a travessia tem se mantido constante em relação ao mesmo período dos últimos dois últimos anos. Segundo dados divulgados pelo Acnur em meados de maio, desde o início do ano, mais de 28,5 mil migrantes chegaram à Itália através do Mediterrâneo. A Organização Internacional para as Migrações estima que mais de 1,4 mil pessoas morreram tentando alcançar a Europa por essa rota neste ano.

CN/rtr/lusa/ap

Leia mais