Número de mortos no Equador sobe para 413 | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 19.04.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Número de mortos no Equador sobe para 413

Busca por sobreviventes do pior terremoto que atingiu o Equador nas últimas décadas continua, mas expectativa é que número de vítimas aumente. Mais de 2,6 mil pessoas ficaram feridas.

O número de vítimas do terremoto de magnitude 7,8 que atingiu o litoral norte do Equador no último sábado subiu para 413, informou o governo do país nesta terça-feira (19/04). Ao menos quatro sobreviventes foram resgatados com vida dos escombros.

O pior tremor já registrado no país desde 1949 deixou mais de 2,6 mil pessoas ficaram feridas e 18 mil desabrigadas. As autoridades calculam que 1,5 mil edificações foram destruídas. Entre os mortos, também há nacionais da Colômbia, Cuba, Estados Unidos, Canadá e Irlanda do Norte.

As buscas por sobreviventes continua, mas o número de mortos deve aumentar, alertou o ministro do Interior, Jose Serrano. Equipes internacionais de resgate de países vizinhos, EUA, China e Europa participam das buscas e da assistência humanitária.

O Equador passa por uma forte recessão que tem forçado o governo a tomar medidas de austeridade. O governo pediu a liberação de 160 milhões de dólares em fundos de contingência para lidar com a tragédia, informou o ministro das Finanças, Fausto Herrera.

Na segunda, o presidente Rafael Correa disse que a reconstrução do norte do país custará bilhões de dólares. A Cruz Vermelha da Espanha estima que 100 mil pessoas devem precisar de ajuda.

KG/rtr/efe

Leia mais