″Não construa o muro″, diz prefeito de Berlim a Trump | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 28.01.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

"Não construa o muro", diz prefeito de Berlim a Trump

Michael Müller lembra sofrimento causado por barreira que dividiu a capital alemã. Político afirma que planos do presidente americano para fronteira com o México levariam a "isolamento e exclusão".

Restos do Muro de Berlim, que dividiu a capital alemã de 1961 a 1989

Restos do Muro de Berlim, que dividiu a capital alemã de 1961 a 1989

O prefeito de Berlim, Michael Müller, criticou nesta sexta-feira (27/01) os planos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de construir um muro na fronteira com o México.

"Berlim, a cidade da divisão da Europa, a cidade da liberdade da Europa, não pode assistir sem comentar quando um país planeja erguer um muro", disse Müller.

"Nós berlinenses somos os que melhor sabemos quanto sofrimento a divisão de todo um continente, cimentada por arame farpado e um muro, pode causar", prosseguiu. "Não devemos simplesmente aceitar que toda a nossa experiência histórica seja descartada por aqueles a quem devemos em grande parte nossa liberdade, os americanos."

Leia mais: Por que o muro de Trump não deve sair do papel

O prefeito da capital alemã lembrou que milhares de pessoas tiveram suas vidas afetadas pelo Muro de Berlim, construído pela República Democrática da Alemanha (RDA, antiga Alemanha Oriental) e que dividiu a cidade entre 1961 e 1989. O objetivo era impedir que os cidadãos da RDA fugissem para o  lado ocidental, e a barreira se tornou um símbolo da opressão durante a Guerra Fria.

Michael Mueller

Müller: "Não devemos simplesmente aceitar que toda a nossa experiência histórica seja descartada"

Müller pediu ao presidente americano que "não tome esse caminho equivocado do isolamento e da exclusão". "Em todos os lugares onde ainda existem fronteiras do tipo – na Coreia, no Chipre –, elas provocam sofrimento e cerceiam a liberdade", disse.

"Eu apelo ao presidente americano: pense em seu antecessor Ronald Reagan. Lembre-se das palavras dele: 'Derrube este muro'. Não construa esse muro", concluiu Müller.

Trump ordenou nesta semana a construção de um muro nos 3,2 mil quilômetros de fronteira com o México, para impedir a entrada de imigrantes ilegais. O presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, cancelou uma visita à Casa Branca agendada para a semana que vem diante da insistência do líder americano de que o México bancasse a obra.

LPF/dpa/ap/afp

Leia mais