Milhares exigem que Espanha acolha mais refugiados | Notícias internacionais e análises | DW | 18.02.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

União Europeia

Milhares exigem que Espanha acolha mais refugiados

Marcha em Barcelona acusa governo de não cumprir promessa de acolhimento e pede mais solidariedade com pessoas em fuga de guerras e conflitos. Polícia estima participação de 160 mil.

default

Marcha saiu do centro de Barcelona e seguiu até a costa do Mediterrâneo

Cerca de 160 mil pessoas participaram neste sábado (18/02) em Barcelona de uma manifestação a favor do acolhimento de mais refugiados pela Espanha, segundo cálculos da polícia. Os organizadores falaram em 300 mil pessoas.

O centro de Barcelona foi tomado por uma maré azul a partir das 16h, quando dezenas de milhares de pessoas se concentraram e transbordaram os limites da praça Urquinaona, local do início da marcha.

Spanien | Zehntausende demonstrieren für die Aufnahme von mehr Flüchtlingen

Manifestante exibe cartaz em catalão pedindo o acolhimento de mais refugiados

A marcha, organizada sob o lema "Queremos acolher", foi apoiada pela maioria dos partidos políticos catalães, sindicatos e numerosas organizações da sociedade civil. Ela saiu do centro da cidade e se deslocou até a costa do Mediterrâneo, percorrendo um trajeto simbólico, já que muitos refugiados morreram no mar.

Os participantes querem que o governo em Madri acolha mais pessoas que chegam à Europa em fuga de conflitos nos seus países de origem, como a Síria. Eles acusaram o governo de não cumprir a promessa, feita em 2015, de permitir a entrada de 17 mil refugiados na Espanha em dois anos. No período, o país acolheu apenas 1.100.

Muitos exibiram cartazes com dizeres como "Chega de desculpas", "Chega de mortes" e "Vamos abrir as fronteiras". A prefeita de Barcelona, Ada Colau, que também se uniu à marcha, disse esperar que a capital catalã "se converta na capital da esperança, da defesa dos direitos humanos e da paz".

AS/lusa/efe

Leia mais