Kronach: a cidade medieval que é o berço de Lucas Cranach | Conheça os destinos turísticos mais famosos da Alemanha | DW | 28.03.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Kronach: a cidade medieval que é o berço de Lucas Cranach

Kronach, às margens da Floresta da Francônia, não é apenas a terra natal do principal pintor da Reforma: é também uma pequena cidade bávara com o charme dos burgos medievais.

default

A Fortaleza de Rosenberg, uma das principais atrações turísticas de Kronach

Na norte da Francônia, na Baviera, os principais caminhos levam à pequena cidade medieval de Kronach. Quatro importantes rotas – a Burgenstrasse, a Bier und Burgenstrasse, a Spielzeugstrasse e a Porzellanstrasse – cruzam essa pequena cidade na entrada da Floresta da Francônia.

Além da facilidade de acesso, um outro importante fator turístico é o filho mais ilustre da cidade, o maior pintor alemão da época da Reforma: Lucas Cranach, o Velho. Seu nome é uma referência à sua cidade de origem, na qual nasceu em 1472. Seu pai, Hans, também era pintor, e Lucas pôde fazer seus primeiros aprendizados na oficina paterna. Em 1500, ele trocou a cidade por Viena e, mais tarde, por Wittenberg.

Na Galeria da Francônia, inaugurada em 1983 no alto da Fortaleza de Rosenberg como um espaço gêmeo do Museu Nacional da Baviera, estão expostas várias pinturas de Cranach. Em 25 salas de exposição há um bom acervo de artes francônias da Idade Média e do Renascimento (séculos 13 a 16).

Poucos indícios do mestre

Lucas Cranach der Ältere, zeitgenössische Darstellung

Lucas Cranach, o Velho

Mas, fora isso, não há na cidade muitos indícios da passagem do pintor. No restaurante Zum Scharfen Eck, uma placa afirma que Cranach teria nascido no local, em outubro de 1472 (ele morreu em 1553 em Weimar). Mas, na época, a família do pintor não morava na então residência.

A casa onde Cranach nasceu era uma das pequenas construções próximos à praça central que, no início dos anos 1970, foram demolidas para a construção da nova prefeitura. Isso foi o que se descobriu, nos últimos anos, em antigos documentos judiciais e fiscais. Hoje há um monumento a Cranach no local em que ficava a casa na qual ele supostamente teria nascido.

Passeio pela cidade

Stadtansicht Kronach Deutschland Reisen

Vista de Kronach, com a fortaleza ao fundo

O centro histórico de Kronach, também chamado de Obere Stadt (cidade alta) impressiona pelas suas características alto-medievais e é circundado por um muro plenamente preservado. Casas cuidadosamente restauradas, torres, fontes, brasões e estátuas marcam a paisagem da cidade tanto quanto as ruelas e as praças.

Sobre o centro histórico ergue-se a Fortaleza de Rosenberg. Com seus 23,6 hectares, o antigo castelo episcopal do Bispado de Bamberg é uma das maiores fortalezas da Alemanha. Tanto a construção como a própria cidade podem se orgulhar de nunca terem sido derrotadas por seus inimigos.

A primeira referência conhecida a Kronach data do ano 1003. Na época, o margrave Heinrich von Schweinfurt destruiu seu castelo, chamado Crana, com um incêndio ao se ver obrigado a fugir de seu senhor, que mais tarde se tornaria o imperador Henrique 2º. A notícia sobre o incêndio é a primeira menção à atual Kronach.