Justiça espanhola vê possível manipulação em jogo do Bayern | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 02.10.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Justiça espanhola vê possível manipulação em jogo do Bayern

Mafioso russo teria dito que pagou "50 milhões" pela vitória do Zenit São Petersburgo sobre o Bayern de Munique na Copa da Uefa. Clube russo afirma que a suspeita é uma ofensa.

default

Bayern de Munique, favorito para vencer o jogo, foi goleado por 4 a 0 pelo Zenit

A Justiça espanhola levantou nesta quarta-feira (01/10) suspeitas de manipulação no jogo entre Bayern de Munique e Zenit São Petersburgo, válido pelas semifinais da Copa de Uefa na temporada 2007/08. Mesmo considerado "azarão", o Zenit venceu a partida por 4 a 0 e se classificou para a final, conquistando o título do torneio.

Segundo os jornais El País e ABC , da Espanha, as investigações se baseiam em escutas telefônicas. Numa delas, o russo Gennadi Petrov, preso em Mallorca e líder do clã da máfia russa Tambovskaya, teria dito que pagou "50 milhões" para que o Zenit avançasse na competição. A moeda em que teria ocorrido o suposto pagamento não foi especificada.

Com base nessa e em outras declarações de Petrov e outros mafiosos, a Justiça espanhola decidiu abrir um processo investigativo. O russo Leonid Christoforov, acusado de ser um comparsa de Petrov, teria dito numa conversa telefônica que conhecia antecipadamente o resultado da partida. O processo é conduzido pelo juiz espanhol Baltasar Garzón.

O Bayern reagiu com uma nota oficial, afirmando que tanto o clube quanto a Promotoria de Munique desconhecem a suspeita e que tentará obter informações sobre o caso. Para os dirigentes do Zenit, as suspeitas divulgadas na imprensa espanhola são desrespeitosas. O clube disse que estuda a possibilidade de entrar na Justiça para "proteger a sua reputação e a do esporte em geral".

Leia mais