Justiça alemã condena primeiro acusado por agressões sexuais no réveillon | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 11.05.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Justiça alemã condena primeiro acusado por agressões sexuais no réveillon

Marroquino de 33 anos é primeiro condenado por assédio entre os acusados de participar de ataques a mulheres em várias cidades alemãs. Vítima de Düsseldorf reconheceu agressor na televisão.

Marroquino de 33 anos é primeiro condenado por assédio entre os acusados de participar de ataques a mulheres em réveillon

Marroquino é primeiro condenado por assédio entre os acusados de participar de ataques a mulheres

O Tribunal da Comarca de Düsseldorf condenou nesta quarta-feira (11/05) um marroquino de 33 anos a um ano e sete meses de prisão, sem liberdade condicional, por participar dos ataques a mulheres na noite de réveillon na cidade. O réu foi o primeiro dos acusados a ser condenado por agressão sexual.

O marroquino foi considerado culpado pelos crimes de lesão corporal grave, injúria e assédio a uma jovem em Düsseldorf. O acusado participou de ataques a mulheres na noite de Ano Novo na cidade localizada no oeste da Alemanha. Uma vítima de 18 anos reconheceu o réu pela televisão, quando esse foi entrevistado em uma reportagem sobre furtos.

A jovem afirmou que o marroquino levantou sua saia e tocou suas partes íntimas. Pouco antes, ela foi atacada por um grupo de cerca de 20 homens que passaram a mão por todo seu corpo.

Uma série de assaltos e ataques sexuais a mulheres foi registrada em várias cidades alemãs durante a noite de réveillon. O caso mais grave ocorreu nas imediações da estação central de Colônia. Segundo a polícia, homens se dividiram em pequenos grupos para realizar os ataques. Mais de 1,1 mil ocorrências foram registradas.

CN/dpa/ots

Leia mais