Jornais austríacos e croatas ironizam derrota da Alemanha | Acompanhe a cobertura especial sobre as partidas da Eurocopa | DW | 13.06.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Eurocopa

Jornais austríacos e croatas ironizam derrota da Alemanha

Derrota na Eurocopa 2008 "trouxe os candidatos ao título de volta ao chão da realidade", opina a imprensa austríaca. Para os croatas, a partida foi mágica. Beckenbauer adverte: "Agora precisamos temer a Áustria".

default

Srna (c) comemora gol com seus companheiros da seleção croata Rakitic e Pranjic

Vários jornais austríacos aproveitaram a tradicional rivalidade entre Áustria e Alemanha para ironizar a derrota da seleção alemã para a Croácia nas suas edições desta sexta-feira (13/06). "O grande favorito precisa agora tremer diante de nós", escreveu o jornal Österreich.

Também os jornais croatas comemoraram o resultado. "A grande potência européia do futebol foi derrubada", opinou o Jutarnji List.

A Alemanha foi derrotada na noite de quinta-feira pela Croácia por 2 a 1 na fase de grupos da Euro 2008. Com o resultados, os croatas estão classificados para as quartas-de-final do torneio. A Alemanha enfrentará a Áustria na próxima segunda-feira. As duas seleções precisam da vitória para seguir adiante na competição.

EURO 2008 Deutschland Kroatien Joachim Löw Klagenfurt

Löw leva às mãos à cabeça durante o jogo contra a Croácia

Apesar da derrota, o presidente da Federação Alemã de Futebol (DFB), Theo Zwanziger, confirmou nesta sexta-feira que o técnico Joachim Löw permanecerá no cargo mesmo em caso de eliminação na Euro 2008.

Leia abaixo alguns comentários sobre o jogo:

Joachim Löw , técnico da seleção alemã : "Todos os jogadores estiveram abaixo de seu potencial. Não conseguimos impor nosso jogo. Estivemos muito longe da apresentação que fizemos contra a Polônia".

Oliver Bierhoff, diretor-geral da seleção alemã: "Num torneio como esse não devemos nos permitir falhas, mas foi isso que aconteceu. Demos muito espaço aos croatas. Agora temos que vencer de qualquer jeito no último jogo, contra a Áustria. Sabemos que há uma grande rivalidade entre os dois times e, ainda mais jogando em Viena, a partida vai ser quente".

Jens Lehmann, goleiro da seleção alemã: "Foi decepcionante para nós. Jogamos sem coração e sem garra".

EURO 2008 Deutschland Kroatien Frankfurt Fans

Alemães acompanham o jogo num telão em Frankfurt

Christoph Metzelder, zagueiro da seleção alemã: "Não somos [tão bom como os] portugueses ou espanhóis, temos que nos aplicar mais para ter sucesso".

Franz Beckenbauer: "Poucas vezes vi atuações tão amplamente distintas em tão curto espaço de tempo. Depois do jogo contra a Polônia, eu disse: assim não precisamos temer ninguém. Depois dessa derrota vale o contrário: agora precisamos temer também a Áustria".

Die Welt (Alemanha): "Foi assustador o quão indefesa, sem criatividade e sem força a tricampeã mundial se apresentou. Pouco se viu do futebol ofensivo várias vezes visto no passado e sempre exigido por Löw. Ao contrário: a seleção alemã jogou de forma tão pouco inspirada como sob o comando de Berti Vogts ou tão dura como jogava com Rudi Völler."

Süddeutsche Zeitung (Alemanha): "Muitos erros na defesa, muito lenta na armação de jogadas, por muito tempo inofensiva no ataque: a seleção alemã mereceu perder seu segundo jogo por 2 a 1 para a Croácia."

EURO 2008 Deutschland Kroatien Zagreb Fans

Torcedores croatas comemoram a vitória em Zagreb

Kurier (Áustria): "Sensação: turistas alemães no lago Wörthersee. Os candidatos ao título foram trazidos de volta ao chão da realidade pelos desenvoltos croatas."

Österreich (Áustria): "Croácia destrói a Alemanha por 2 a 1. O grande favorito precisa agora tremer diante de nós. Obrigado, Croácia! Agora, por favor, uma Córdoba parte dois." [Referência à vitória por 3 a 2 da Áustria sobre a Alemanha em Córdoba, na Argentina, durante a Copa 1978.]

Kronenzeitung (Áustria): "Auto-intitulados favoritos abatidos pelos croatas. Os arrogantes alemães sofreram a primeira derrota já no segundo jogo."

Standard (Áustria): "Água croata nos planos alemães. Os alemães, tão superestimados depois da vitória sobre a Polônia, não apenas perderam a segunda partida como no final também os nervos."

Sportske Novosti (Croácia): "Mágico! Os alemães capitularam. Auf Wiedersehen, Deutschland! Uma Croácia fantástica derrota a poderosa equipe."

Jutarnji List (Croácia): "A grande potência européia do futebol foi derrubada. Bilic deu um nó tático no seu grande adversário Joachim Löw."

Neue Zürcher Zeitung (Suíça): "O favorito tropeçou. Croácia comemora a segunda vitória no segundo jogo e está nas quartas-de-final. A Alemanha mostrou enormes falhas na defesa."

Leia mais