Itália investiga incêndio que matou três irmãs na capital | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 10.05.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Itália investiga incêndio que matou três irmãs na capital

Vítimas, entre elas duas crianças, dormiam quando trailer pegou fogo. Imagens de câmara de segurança mostram quando uma pessoa joga um coquetel molotov contra o veículo. Irmãs eram da etnia roma.

Trailer estava num bairro na periferia de Roma

Trailer estava num bairro na periferia de Roma

Autoridades italianas investigam um incêndio que matou três irmãs, incluindo duas crianças, da etnia roma na noite destas terça-feira (09/05) num bairro na periferia da capital do país. O incidente comoveu a Itália.

As irmãs de quatro, oito e 20 anos dormiam num trailer junto com outros irmãos quando o veículo pegou fogo. As três não conseguiram sair do trailer. Os outros oito irmãos das meninas conseguiram escapar das chamas e foram atendidos pelas autoridades.

A polícia italiana abriu uma investigação sobre o ocorrido e a promotoria de Roma investiga um possível crime de homicídio e de incêndio doloso. Investigadores tiveram acesso a uma gravação de uma câmera de vigilância na qual é possível ver como uma pessoa com o rosto coberto lança um coquetel molotov contra o trailer.

Os sobreviventes disseram que viviam sendo ameaçados, mas sem saber por quem. Perto do lugar foi localizada uma garrafa com líquido inflamável, um isqueiro e uma rolha, segundo a imprensa local. As autoridades investigam se o incêndio foi motivado pela xenofobia ou seria um ajuste de contas.

A prefeita de Roma, Virgínia Raggi, compareceu ao bairro para expressar pêsames pelo ocorrido. Os parentes das vítimas também receberam a solidariedade do papa Francisco, informou a Santa Sé.

Cerca de 170 mil roma e sinti vivem na Itália. A maioria deles tem um endereço fixo e um emprego. Ataques contra integrantes destas minorias são frequente no país.

CN/efe/lusa/dpa/ap

Leia mais