Homem mata mãe e irmã a facadas nos arredores de Paris | Notícias internacionais e análises | DW | 23.08.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Mundo

Homem mata mãe e irmã a facadas nos arredores de Paris

Homem armado com faca mata familiares e fere outra pessoa gravemente em pequena cidade próxima à capital francesa. Apesar de ter sido reivindicado pelo "Estado Islâmico", autoridades não tratam ataque como terrorista.

Um homem armado com uma faca matou a mãe e a irmã e feriu outra pessoa de forma grave na manhã desta quinta-feira (23/08) nos arredores de Paris, antes de ser morto a tiros pela polícia.

O incidente aconteceu em Trappes, pequena cidade de cerca de 30 mil habitantes a 30 quilômetros da capital francesa. Havia inicialmente a suspeita de que se tratasse de um ato terrorista, mas as autoridades disseram que tratam o caso como um crime comum.
     
O autor do crime, de 36 anos, tinha problemas mentais graves, era conhecido das autoridades e estava numa lista de potenciais terroristas, informou o ministro francês do Interior, Gérard Collomb.

O motivo do ataque ainda não foi esclarecido, apesar de a organização extremista "Estado Islâmico" (EI) ter reivindicado sua responsabilidade, dizendo ter sido perpetrado por um de seus combatentes que respondeu a um chamado do grupo.

O EI já fez o mesmo com incidentes parecidos no passado, sem que tivesse sido comprovada a ligação entre eles e o agressor. Especialistas alertam contra declarações desse tipo por parte do grupo islamista, que sofreu derrotas expressivas nos campos de batalha no Iraque e na Síria.

Collomb disse que o agressor era "mentalmente instável", ao contrario de alguém que tivesse algum tipo de motivação ou que agisse seguindo ordens de um grupo terrorista como o EI. O caso é investigado por promotores públicos ao invés da polícia antiterrorismo, disse o ministro, apesar de que o telefone e o computador pessoal do suspeito estejam sendo examinados pela polícia.

Segundo Collomb, o homem matou a mãe dentro da casa dela e a irmã, do lado de fora. Ao chegarem ao local, os policiais foram ameaçados pelo suspeito. "Ele foi em direção à polícia portando uma faca", disse o ministro. Após ignorar os alertas dos policiais, o homem foi alvejado e morto. 

A emissora francesa BFM informou que o agressor tinha sérios problemas relacionados ao consumo de álcool e drogas. Uma terceira vítima em estado grave foi levada de helicóptero para um hospital.

O bairro onde o crime ocorreu permanecia parcialmente isolado até a tarde desta quinta-feira. Moradores afirmam que o suspeito tinha se separado de sua esposa e não via seus filhos há muito tempo.

A apenas poucos minutos de carro de Versalhes, Trappes, com expressiva população muçulmana, é conhecida por suas tensões sociais, ligadas à pobreza, atuação de gangues e grupos de radicais. Estima-se que 50 radicais tenham saído do vilarejo para se unir ao EI na Síria e no Iraque.

A França permanece sob estado de alerta máximo desde os ataques terroristas de 2015, que deixaram 246 mortos.

RPR/RC/afp/ap

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Leia mais