Homem avança contra pedestres e deixa feridos na Austrália | Notícias internacionais e análises | DW | 21.12.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Homem avança contra pedestres e deixa feridos na Austrália

Carro atinge passantes numa via movimentada do centro comercial de Melbourne. Motorista é detido. Polícia local acredita se tratar de um ato deliberado, mas não tem evidência de conexão com terrorismo.

default

Incidente ocorreu em via movimentada, perto de uma estação de trem

As autoridades da Austrália prenderam dois homens após o um motorista avançar com um carro, nesta quinta-feira (21/12), por uma calçada na cidade de Melbourne, deixando 19 feridos.

Um SUV branco atropelou vários pedestres numa movimentada rua perto da estação de trem Flinders Street, no centro comercial da cidade, no meio da tarde.

O motorista do veículo – um cidadão australiano de 32 anos, de ascendência afegã – e mais um suspeito foram detidos no local do incidente e se encontram sob custódia policial, comunicou a polícia do estado de Victoria, cuja capital é Melbourne. 

"Acreditamos, com base no que vimos, que foi um ato deliberado. As motivações são desconhecidas", disse o comandante da polícia de Victoria, Russel Barrett.

"Neste momento não temos nenhuma evidência ou indicação de serviços de inteligência de que haja uma conexão com o terrorismo", disse mais tarde Shane Patton, comissário da polícia local.

O motorista tem histórico de uso de drogas e possui problemas mentais e era conhecido das autoridades por pequenos delitos. O segundo homem detido junto com o motorista tem 24 anos e foi visto filmando o incidente com seu celular e portava uma bolsa contendo três facas.

Várias ambulâncias e serviços de emergência se dirigiram ao local do atropelamento. O governo de Vitória confirmou que 19 pessoas foram hospitalizadas. Entre as quatro em estado grave está uma criança.

Segundo testemunhas, citados pela emissora australiana ABC, um carro trafegava em "alta velocidade" e "atropelava as pessoas". 

Em setembro de 2014, as autoridades da Austrália elevaram o alerta terrorista e aprovaram uma série de leis para prevenir atentados. Desde então, o país sofreu quatro ataques terroristas, mas vários outros tenham sido frustrados pelas forças de segurança, com a prisão de dezenas de pessoas em diversas operações em todo o país.

Auto fährt in Australien in Menschenmenge

Atropelamento atingiu ao menos 15 pessoas. Algumas das vítimas precisaram receber atendimento médico no local

No final do mês passado, as autoridades australianas prenderam um homem que presumivelmente iria disparar contra as pessoas que comparecessem à festa de réveillon na Praça da Federação, em Melbourne.

Em janeiro, um carro avançou contra pedestres no shopping mais movimentado de Melbourne – poucas centenas de metros do local do incidente desta quinta-feira. Seis pessoas morreram, e mais de 20 ficaram feridas. A polícia não relacionou o incidente com terrorismo.

PV/efe/afp/dpa/ap

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Leia mais