1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Foto mostra um trem branco, desfocado.
Meta da DB é atender toda a cidade de Hamburgo com trens autônomos até 2030Foto: Marcus Brandt/dpa/picture alliance

Hamburgo estreia trem totalmente autônomo

11 de outubro de 2021

Deutsche Bahn (DB) e Siemens apresentam modelo com nova tecnologia, que pode ser usada em toda a rede ferroviária e em todos os tipos de trens. Veículo promete transportar 30% mais passageiros com 30% menos energia.

https://www.dw.com/pt-br/hamburgo-estreia-trem-totalmente-aut%C3%B4nomo/a-59474574?maca=bra-rss-br-all-1030-rdf

A companhia estatal ferroviária alemã Deutsche Bahn (DB) e a empresa de tecnologia Siemens apresentaram nesta segunda-feira (11/10), em Hamburgo, o primeiro trem do mundo a operar de forma autônoma no tráfego férreo comum.

Os trens autônomos recebem os sinais de controle via rádio. O principal diferencial em comparação com outros veículos autônomos é que a tecnologia pode ser usada em toda a rede ferroviária e com todos os tipos de trens - sem a necessidade de construir novos trilhos.

A estreia do "Digital S-Bahn Hamburg" ocorreu durante o Congresso Mundial de Sistemas de Transporte Inteligente (ITS), que acontece em Hamburgo e mostra soluções e ideias de mobilidade. Durante o evento, que segue até quinta-feira, quatro trens digitais vão operar de forma autônoma em um trecho de 23 quilômetros.

A partir de dezembro, os quatro veículos funcionarão em Hamburgo, conforme uma programação. O plano da DB é atender toda a cidade de Hamburgo com trens autônomos até 2030.

"Estamos criando maiores capacidades nos trilhos existentes e melhorando a confiabilidade e a pontualidade ao viajar de trem", disse o prefeito de Hamburgo, Peter Tschentscher.

Além disso, a empresa planeja estender a tecnologia futuramente para muitas de suas linhas locais, regionais e nacionais.

Mais passageiros e menos energia

Segundo a DB, automatizar totalmente os trens e controlá-los digitalmente permitirá que mais veículos rodem em intervalos mais curtos de tempo, além de aumentar a eficiência energética e reduzir os custos operacionais.

De acordo com a Siemens, os novos trens podem transportar 30% mais passageiros e poupar 30% de energia.

"Estamos tornando o tráfego ferroviário mais inteligente. Os trens executam automaticamente o horário perfeito, com precisão de segundos e com energia otimizada", afirmou Roland Busch, CEO da Siemens. 

O projeto de 60 milhões de euros foi financiado pela DB, Siemens e a cidade-estado de Hamburgo. Ele combina dois sistemas operacionais: o Automatic Train Operation (ATO) e o European Train Control System (ETCS) - que pode ser adaptado em trens e trilhos já existentes.

Inicialmente, os maquinistas permanecerão a bordo para monitorar a viagem e poderão operar manualmente os trens quando eles se deslocarem em trechos das ferrovias que ainda não estiverem equipados com a tecnologia. Todas as outras operações, como arrancar, acelerar, desacelerar, parar e desviar, são totalmente automatizadas.

De acordo com a Siemens, a nova tecnologia já foi aprovada e, por ter interfaces abertas, todas as operadoras do mundo podem usá-la imediatamente para todos os tipos de trens.

"Mudança dos tempos"

O diretor-executivo da DB, Richard Lutz, disse que a inauguração marca "uma verdadeira mudança dos tempos" e que a "ferrovia digital na Alemanha se tornou uma realidade".

"Com as operações ferroviárias automáticas, podemos oferecer aos nossos passageiros um serviço significativamente maior, mais confiável e, portanto, melhor. E isso sem ter que construir um quilômetro a mais de trilhos. Nosso objetivo é tornar as ferrovias atraentes para mais e mais pessoas", destacou Lutz.

le (ots)