Guia gastronômico Gault Millau adere à ″currywurst″ de Hamburgo | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 16.12.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Guia gastronômico Gault Millau adere à "currywurst" de Hamburgo

Os rígidos avaliadores do Gault Millau incluíram na versão de 2010 do guia gastronômico uma lanchonete de Hamburgo especializada em salsichas.

default

Salsicha ao curry: especialidade da cozinha alemã

Não se sabe ao certo quem foi o responsável, quando e onde foi inventada a primeira receita de currywurst, a salsicha ao molho de curry: um assunto que desperta até hoje discórdia entre os historiadores da gastronomia na Alemanha.

Seja como for, as metrópoles Hamburgo e Berlim, além da região do Vale do Ruhr, reclamam cada uma para si o título de berço deste tipo de salsicha. Na disputa pelo reconhecimento de melhor currywurst do país, contudo, Hamburgo avançou definitivamente um ponto.

Delícias sazonais

"Achamos que era uma brincadeira", conta Sascha Basler, descrevendo sua absoluta incredulidade ao ler a notícia de que sua lanchonete Curry Queen, em Hamburgo, havia sido premiada pelo do guia gastronômico francês Gault Millau.

Motivos para crer numa piada, não havia muitos, já que os rígidos avaliadores não costumam brincar. Esta era, no entanto, a primeira vez que o celebrado guia incluía, de fato, uma lanchonete em sua lista de locais seletos.

Gault Millau Auszeichnung für einen deutschen Imbiss

'Curry Queen': salsichas em ambiente peculiar

Lanchonete mesmo? Nem tanto. "Nós nos definimos como um restaurante de salsichas", corrige Bianka Habermann, a sócia de Sascha Basler no negócio.

No cardápio do Curry Queen encontra-se não apenas salsicha de vitela orgânica, mas também carne de kobe do gado japonês wagyu (considerada a mais cara e saborosa do mundo), salsicha com carne de bisão e de búfalo, bem como delícias da temporada como salsichinhas de pato com repolho roxo e knödel (bolas de massa cozida feitas de batata ou pão).

Fast food sofisticada: nicho no mercado

Os donos do Curry Queen trabalhavam anteriormente na área de música, mas com o tempo foram se sentindo saturados e quiseram experimentar num ramo completamente novo. Como cozinhar já era há muito o hobby dos dois, que chegaram até mesmo à rodada final de um concurso internacional de culinária, surgiu a ideia de entrar para o setor de gastronomia. "A nosso ver, havia claramente uma lacuna de mercado para uma lanchonete de alto nível", conta Bianka Habermann.

Há dois anos, então, ambos abriram o Curry Queen em Eppendorf, um bairro chique de Hamburgo. Desde então, o local atrai gourmets adeptos de fast food de todas as gerações, que degustam as exclusivas criações de salsichas grelhadas com pouca gordura, num ambiente decorado com chifres de animais, pesadas mesas de madeira e pratinhos brancos de cerâmica.

Sem batata frita

Gault Millau Auszeichnung für einen deutschen Imbiss Flash

Sascha Basler e Bianka Habermann: receitas sofisticadas

No Curry Queen, há sete misturas diferentes de temperos para uma currywurst. Como acompanhamento, quatro tipos de salada de batata, um ketchup desenvolvido artesanalmente a partir de uma receita própria, bem como vinhos orgânicos da Ilha de Maiorca e até mesmo uma sobremesa exclusiva à base de sorvete.

Quem for em busca de batata frita, no entanto, vai sair decepcionado. "Queremos manter um ar limpo dentro da lanchonete. Para termos um sistema maior de exaustores, teríamos que reformar radicalmente o espaço e até agora nos esquivamos da trabalheira", confessa Bianka Habermann.

Propósito de expansão

No próximo ano, os dois sócios irão abrir um novo restaurante de salsichas na zona portuária de Hamburgo. E com uma peculiaridade: no novo local, haverá, sim, uma oferta especial de batata frita.

E os proprietários de lanchonetes de currywurst em Berlim e na região do Vale do Ruhr que se cuidem, pois os gourmets de Hamburgo afirmam que pretendem fundar uma rede de lanchonetes sofisticadas em outras regiões do país onde essas salsichas são especialmente apreciadas. "Bochum, estamos chegando!", anuncia Sascha Basler.

Autor: Ralf Gödde (sv)
Revisão: Augusto Valente

Leia mais