Grave acidente em programa da TV alemã acirra debate sobre audiência | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 06.12.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Grave acidente em programa da TV alemã acirra debate sobre audiência

Jovem de 23 anos pode ficar paralítico após tentar saltar por sobre um carro em movimento ao vivo durante um programa de apostas da emissora ZDF. A imprensa alemã agora questiona os limites da guerra pela audiência.

default

Koch é atendido após o acidente no estúdio

Um grave acidente num dos mais populares programas de auditório da Alemanha deu início a uma discussão sobre os limites da guerra pela audiência na televisão. No último sábado (04/12), o jovem Samuel Koch, de 23 anos, ficou gravemente ferido após tentar pular, ao vivo, por sobre cinco carros em movimento.

Koch sofreu sérios danos na coluna vertebral e pode ficar paralítico, afirmam médicos que o atenderam no Hospital Universitário de Düsseldorf, para onde foi levado após se acidentar durante o programa Wetten, dass…? [Aposto que...], da rede de televisão ZDF.

O programa, que estava sendo acompanhado por cerca de 8 milhões de telespectadores, foi interrompido logo após o acidente, fato inédito em quase 30 anos de exibição.

Programa de apostas

O programa é um dos poucos da televisão alemã com grande participação de convidados internacionais. Naquela edição, estavam no estúdio Justin Bieber, Phil Collins, Cher e o grupo britânico Take That, do qual faz parte Robbie Williams. Nenhum deles se apresentou, já que o programa foi interrompido após apenas meia hora em virtude do acidente.

Unfall während der Sendung Wetten dass bei ZDF

O apresentador Thomas Gottschalk fala com o público após o acidente

Como o nome sugere, o Wetten, dass…? gira em torno de uma aposta. Koch apostara que, em apenas quatro minutos, conseguiria saltar por sobre cinco carros em movimento com o auxílio de um equipamento especial conhecido como jumping stilts.

Ele foi bem-sucedido em duas tentativas e desistiu em uma delas. Na quarta tentativa, errou o salto por sobre o carro que era conduzido pelo próprio pai. O programa foi interrompido e Koch, levado ao Hospital Universitário de Düsseldorf. Submetido a uma operação de urgência, está em coma artificial e corre o risco de ficar paralítico.

Debate sobre a TV pública

O acidente originou uma discussão na imprensa alemã sobre os limites da guerra pela audiência que envolve principalmente as emissoras públicas ARD e ZDF e a privada RTL. As duas primeiras pontuam melhor entre o público mais velho, enquanto a RTL é a favorita dos jovens.

Em entrevista ao jornal Süddeutsche Zeitung, o apresentador do programa, Thomas Gottschalk, negou que os riscos das apostas tenham sido elevados de olho na concorrência com a RTL. "Nego a acusação de que permitimos uma aposta irresponsável no programa devido à pressão da concorrência. Sempre tivemos apostas arriscadas. Isso faz parte do programa", defendeu-se.

O Braunschweiger Zeitung questionou o papel da televisão pública, que se mantém principalmente graças a uma taxa mensal paga pelos telespectadores alemães: "Se as emissoras públicas lutam de forma tão insensata pela audiência, como todas as outras emissoras, para que precisamos de uma televisão financiada com recursos públicos?"

Kurt Beck, presidente do conselho de administração da ZDF e governador da Renânia-Palatinado, onde está situada a sede da emissora, disse que algumas questões precisam ser debatidas após o acidente. "Até que ponto o limite da responsabilidade foi ultrapassado? Quanto risco pode-se permitir [nas apostas do programa]?", questionou.

AS/dw/dpa
Revisão: Rodrigo Rimon