Grécia deverá receber novo pacote de ajuda | Notícias e análises sobre a economia brasileira e mundial | DW | 03.06.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Grécia deverá receber novo pacote de ajuda

Peritos dão parecer favorável e Grécia poderá receber outra parcela do pacote de resgate. Após encontro com premiê grego, Juncker diz achar provável novo pacote de ajuda. Atenas prometeu continuar medidas de austeridade.

Luxembourg's Prime Minister Jean-Claude Juncker, right, welcomes Greek Prime Minister George Papandreou in Luxembourg, Friday June 3, 2011. Greek Prime Minister George Papandreou meets with Eurogroup chairman and Luxembourg Prime Minister Jean-Claude Juncker for emergency talks on the financial crisis and the latest negotiations on Greece's mid-term austerity program and the review of its reforms for it to receive the fifth installment of bailout loans. (Foto:Geert Vanden Wijngaert/AP/dapd)

Papandreou e Juncker: Atenas pode contar com mais dinheiro

A Grécia conseguiu "luz verde" para o pagamento "no início de julho" da quinta parcela do empréstimo negociado no ano passado, segundo um comunicado conjunto da 'troika' formada por Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional divulgado nesta sexta-feira (03/06).

A liberação dos 12 bilhões de euros foi acertada após Atenas assegurar que irá prosseguir o programa de austeridade e acelerar o processo de privatizações, afirma o documento.

Em 24 de maio, o ministro das Finanças grego, Yorgos Papaconstantinu, afirmou que o país estaria falido, caso não recebesse a quinta parcela do empréstimo de 110 bilhões de euros.

Ainda no comunicado divulgado nesta sexta-feira, a 'troika' destaca o "progresso significativo" da Grécia, mas pede para o país "revitalizar as reformas orçamentais e estruturais, para reduzir o déficit e (...) preparar o caminho para a recuperação econômica."

Novo pacote

Após o parecer favorável do grupo de peritos e do anúncio de medidas adicionais de austeridade, o primeiro-ministro de Luxemburgo e líder da zona do euro, Jean Claude Juncker, anunciou ser possível um novo pacote de ajuda à Grécia.

Após uma reunião nesta sexta-feira com o primeiro-ministro grego, Giorgos Papandreou, em Luxemburgo, Juncker disse esperar que também o setor privado grego seja envolvido, de forma voluntária.

Sem revelar quantias, Juncker disse esperar que o caminho neste sentido seja aberto pelos países de moeda comum até o final do mês. Os ministros europeus das Finanças reúnem-se no dia 20 de junho e os chefes de Estado e de governo, em 23 e 24 de junho. Estima-se que a ajuda necessária seja de 60 bilhões de euros nos próximos dois anos.

"Obviamente não haverá uma retirada da Grécia da zona do euro e não haverá nenhuma insolvência", garantiu Juncker.

RW/lusa/dpa
Revisão: Marcio Damasceno

Leia mais