Futurando - Edição de 02/10/19 | DW Brasil | Notícias e análises do Brasil e do mundo | DW | 02.10.2019

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

Futurando - Edição de 02/10/19

Comer bem é uma decisão que também depende, em alguns casos, de quem está do nosso lado. A nossa tendência é sempre imitar o comportamento do outro.

Assistir ao vídeo 25:32

Quem nunca passou pela experiência de ser influenciado a comer o que outras pessoas ao redor estão comendo? Fato é que o comportamento de quem está do nosso lado nos induz a um comportamento semelhante, seja ele qual for. É a psicologia da alimentação. O Futurando desta semana preparou uma reportagem para você ver situações cotidianas que podem nos estimular - ou freiar - quando o assunto é comida.

Você, aliás, com certeza já ouviu coisas horríveis sobre o consumo de açúcar. Mas o açúcar leva energia rapidamente para o cérebro e também pode adoçar medicamentos amargos. O problema é a ingestão excessiva, que pode provocar o desenvolvimento de doenças. Só que, afinal, devemos abdicar do açúcar completamente? Ou o corpo humano dá conta de absorver e digerir por completo a substância?

Outra coisa que você certamente ouviu dizer é que, no caso da opção pelo não consumo do açúcar, o ideal é procurar alternativas mais saudáveis, como a chamada isoglucose, popularmente conhecida como xarope de milho. Será que é mesmo uma saída correta? A isoglucose é sim mais barata que açúcares convencionais, mas favoreve a formação de gordura no fígado. Nos Estados Unidos, por exemplo, o consumo de alimentos processados e que, em muitos casos, contêm o xarope, fez aumentar o número de casos de diabetes e de sobrepeso.

O Futurando traz ainda uma reportagem sobre uma expedição para plantar árvores no sul da Baviera, na Alemanha. Mudanças climáticas, longos períodos sem chuva, erosão e monocultura prejudicam as florestas do país. Uma ONG está ajudando no reflorestamento de áreas mais afetadas. Eles estão inserindo ainda mais biodiversidade no local.

Vamos exibir também a terceira reportagem da série sobre os 250 anos de nascimento do explorador e cientista alemão, Alexander von Humboldt. A nossa equipe conta como Humboldt conseguiu desfazer na Europa o mito de que os indígenas eram selvagens, um conceito vigente na época. Tudo ocorreu a partir das observações dele sobre os vestígios deixados pelos povos pré-colombianos na América Latina.