Fifa promete investigar possível manipulação em jogo do Brasil | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 04.09.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Fifa promete investigar possível manipulação em jogo do Brasil

Resultado do confronto entre Brasil e Gana, válido pelas oitavas-de-final da Copa 2006, teria sido manipulado por apostadores asiáticos. Jornalista canadense coloca mais três jogos do Mundial sob suspeita.

default

Adriano comemora após marcar gol no jogo entre Brasil e Gana, na Copa do Mundo de 2006

Após a denúncia feita pelo jornalista canadense Declan Hill, a Fifa decidiu investigar se houve manipulação na partida entre Brasil e Gana, válida pelas oitavas-de-final da Copa do Mundo na Alemanha. O jogo terminou com a vitória do Brasil por 3 a 0 e a eliminação de Gana.

"Vamos atuar para esclarecer essa situação confusa. Vamos investigar o jogo entre Brasil e Gana para verificar se houve alguma irregularidade", declarou o presidente da Fifa, Joseph Blatter, à revista alemã Sport Bild. "Se for verdade, certamente há apostas ilegais por trás. Nesse caso, nossas mãos estão atadas", salientou Blatter, afirmando que o caso passa a ser de responsabilidade das autoridades policiais.

O presidente do Comitê Organizador da Copa 2006, Franz Beckenbauer, declarou à publicação achar improvável ter havido manipulação. "Não consigo imaginar isso. A maioria dos escândalos de apostas acontece em ligas que não estão tão em evidência. Um jogo da Copa é visto por todo o mundo", disse o presidente do Bayern de Munique.

Fußball, WM 2006, Brasilien - Ghana, 27.06.2006

Ronaldinho, Adriano e Ronaldo: vitória sob suspeita

Blatter não se mostrou tão seguro. "Nada mais me surpreende no futebol", afirmou o presidente da Fifa. Mas entre boato e verdade há "uma grande diferença", lembrou. Ele disse que a Fifa e empresas de apostas trabalham juntas para evitar manipulações.

Apostadores asiáticos

As denúncias de Hill estão no livro The Fix: Soccer and Organized Crime (O acerto: futebol e crime organizado), de sua autoria. Elas vieram à tona no final de semana passado, após entrevista do autor à revista Der Spiegel, e se referiam inicialmente ao jogo entre Brasil e Gana.

Com o lançamento do livro, esta semana, foram reveladas também suspeitas contra os confrontos entre Gana e Itália (0 a 2), Inglaterra e Equador (1 a 0) e Ucrânia e Itália (0 a 3).

Apostadores asiáticos teriam investido grandes somas de dinheiro numa vitória do Brasil com pelo menos dois gols de diferença sobre Gana. Para garantir o resultado, eles teriam feito um acerto com jogadores ganenses.

WM 2006 - Fußball Fussball WM06 Italien - Ghana Spielszene

Itália x Gana na Copa 2006

De acordo com Hill, o contato dos asiáticos na seleção de Gana era o ex-goleiro Abukari Damba, que teria intermediado o acerto com outros jogadores da equipe. Damba negou as acusações, mas Hill disse à televisão alemã ter gravado quatro entrevistas com o ex-jogador, nas quais ele confirmaria as denúncias.

Também na Bundesliga

A Spiegel afirmou ainda que também jogos da Bundesliga podem ter sido manipulados. São as partidas entre Hannover e Kaiserslautern (5 a 1), em 26 de novembro de 2005, e Karlsruhe x Sportfreunde Siegen, válida pela Segunda Divisão, no dia 7 de agosto de 2005 (2 a 0).

O jogo entre Hannover e Kaiserslautern é também citado no livro de Hill. Nesses dois jogos, as suspeitas recaem sobre o apostador malaio William Bee Wah Lim.

Lim é um velho conhecido da Justiça alemã. Em junho de 2007, foi condenado pelo Tribunal Regional de Frankfurt a dois anos e cinco meses de cadeia, acusado de tentativa de manipulação de jogos das ligas regionais alemãs e da Primeira Divisão da Áustria.

Leia mais