Festival de música atrai todas as atenções para Düsseldorf | Conheça os destinos turísticos mais famosos da Alemanha | DW | 14.05.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Festival de música atrai todas as atenções para Düsseldorf

Cidade do Oeste alemão que sedia o Eurovision 2011 mostra que tem charme e beleza para receber visitantes o ano inteiro.

Düsseldorf é o centro das atenções na final do Eurovision

Düsseldorf é o centro das atenções na final do Eurovision

Cerca de 120 milhões de pessoas devem grudar os olhos nas telinhas na noite deste sábado (14/05) para acompanhar a final do Eurovision, o maior festival de música da Europa. Vinte e cinco concorrentes vão soltar a voz na busca pelo título, que vem acompanhado de muita fama e sucesso. O festival mais comentado da Europa também vem trazendo notoriedade à charmosa cidade de Düsseldorf, palco da disputa, no Oeste da Alemanha.
Capital da Renânia do Norte-Vestfália, estado com a maior população na Alemanha, Düsseldorf disputou com Berlim, Hamburgo e Hannover o direito de sediar o megaevento musical. Sua grande arena de espetáculos, a infraestrutura aeroportuária e a boa localização – próxima das fronteiras com a Holanda e a Bélgica – colocaram a cidade de aproximadamente 600 mil habitantes em vantagem.
Düsseldorf disputou com Hamburgo, Berlim e Hannover direito de sediar Eurovision

Düsseldorf disputou com Hamburgo, Berlim e Hannover direito de sediar Eurovision

Como se trata de Alemanha, cerveja também é um marketing importante. Düsseldorf se autointitula "o maior balcão de bar do mundo": são cerca de 250 bares e restaurantes, um ao lado do outro no aconchegante centro antigo ( Altstadt).
Por lá, as autoridades aboliram horário limite para fechamento desses estabelecimentos, que servem principalmente Alt, a cerveja local – escura, forte e encorpada. Neste sentido, fica evidente uma pequena rixa com Colônia, cidade a 45 quilômetros de distância, onde se bebe a clara e leve Kölsch.
Atraente para estrangeiros
A japonesa Noriko gosta da tranquilidade do Rosengarten no centro de Düsseldorf

A japonesa Noriko gosta da tranquilidade do Rosengarten no centro de Düsseldorf

"As pessoas aqui na região do rio Reno são mais abertas, diferente dos japoneses, que nunca mostram seus sentimentos", avalia a japonesa Noriko Kitagawa-Axmann. Há oito anos, ela e o marido alemão moram em Düsseldorf. Ela e outros cerca de 6,5 mil japoneses vivem e trabalham atualmente em Düsseldorf.

Um dos lugares preferidos de Noriko é o Rosengarten (jardim de rosas), atrás do Museu da Cidade. "Apesar de estar no centro de Düsseldorf, aqui eu consigo ter tranquilidade. O jardim me faz lembrar um grande parque que fica no meio de Tóquio", revela.
Cenário bucólico também é encontrado às margens do Reno. Especialmente na época de primavera, centenas de pessoas vão e vêm em suas bicicletas, patins, skates ou mesmo a pé. Os cafés às margens do rio também estão frequentemente lotados.
Às compras
Grifes famosas estão espalhadas pela Königsallee

Grifes famosas estão espalhadas pela Königsallee

Düsseldorf também é o destino ideal para quem gosta de comprar peças exclusivas e marcas de luxo. Basta dar um pulinho na Königsallee (alameda real) –carinhosamente apelidada de "Kô".

Grifes internacionais como Prada, Tiffany, Louis Vuitton, Giorgio Armani, Cartier, entre outras, estão dispostas ao longo dos mil metros da famosa e badalada avenida. "Por ali, as pessoas desfilam com seus Porsches bem devagar, para que possam ser vistas", observa Barbara Oxenfort, uma moradora da cidade.
Para quem prefere o mundo das pechinchas, vale a pena a visitar o mercado semanal da Carlsplatz – um ponto interessante no centro da cidade. De segunda-feira a sábado, vendedores expõem flores e alimentos fresquinhos em um pavilhão de vidro. Entre uma compra e outra, os clientes saboreiam petiscos típicos da Alemanha, como linguiças, acompanhados de cerveja: a Alt, claro.
Autora: Mariana Santos / Karin Jäger
Revisão: Carlos Albuquerque

Leia mais