Exposição ″Dalí & Magritte″: os surrealistas lado a lado | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 23.01.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Exposição "Dalí & Magritte": os surrealistas lado a lado

[Vídeo] Exposição no Museu Real de Belas Artes de Bruxelas, na Bélgica, reúne as obras do espanhol Salvador Dalí e do belga René Magritte. Um encontro que evidencia as diferentes concepções surrealistas dos dois artistas.

Assistir ao vídeo 01:59

Dois grandes nomes do surrealismo lado a lado: uma exposição no Museu Real de Belas Artes de Bruxelas reúne as obras do espanhol Salvador Dalí e do belga René Magritte. O encontro evidencia as diferentes concepções surrealistas entre eles. A obra de Dalí é marcada por imagens oníricas e subconscientes, e por corpos e objetos que derretem e se fundem. Já Magritte retratava objetos realistas, como portas e janelas, só que em composições insperadas e fantásticas.

Apesar das diferenças, os dois apresentam paralelos - e até se influenciaram mutuamente. A obra Ato de Violência, de Magritte, por exemplo, aparece em referência em Tentação de Santo Antônio, de Dalí. Os dois pintores se encontraram duas vezes em 1929, mas nunca chegaram a ser amigos.

A exposição Dali & Magritte fica em cartaz no Museu real de Belas Artes de Bruxelas, na Bélgica, até o dia 16 de fevereiro.