Experimento ecológico no palácio real | Colunas semanais da DW Brasil | DW | 18.02.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Coluna Checkpoint Berlim

Experimento ecológico no palácio real

Atração turística mais famosa de Potsdam ganhou novos moradores. Cerca de 50 ovelhas assumiram o trabalho de cuidar da grama do parque. Iniciativa faz parte de estudo sobre biodiversidade.

Palácio Sanssouci

Palácio Sanssouci é atração turística mais famosa de Potsdam

Quem visitou o Palácio Sanssouci entre julho e novembro do ano passado pode observar que a atração turística mais famosa de Potsdam, nos arredores de Berlim, ganhou um toque que deixou sua paisagem muito mais bucólica. Cerca de 50 ovelhas estavam morando nos jardins reais.

A inserção das ovelhas nesse cenário não tem nenhuma relação com a indústria turística. Os animais têm uma função nobre: cuidar do gramado do palácio. Essa missão faz parte de um projeto de pesquisa sobre biodiversidade e administração campestre realizado pela Universidade de Potsdam.

Durante cinco anos, os pesquisadores pretendem analisar se esse meio ecológico de cuidar da grama contribui para aumentar a biodiversidade nas áreas destinadas à pastagem. Os cientistas acreditam nesse aumento devido ao fato de que, ao andar sobre a céspede, as ovelhas tendem a deixá-la mais afrouxada, possibilitando assim a germinação de um número maior de sementes. Por consequência, uma maior variedade de espécies de plantas costuma atrair também mais insetos e fungos.

Como só pastam determinadas espécies, as ovelhas não deverão substituir completamente os cortadores de grama, mas podem reduzir seu uso. Esse também é um aspecto que será analisado. Outro foco do estudo é como turistas reagem às novas moradoras do parque e se eles conhecem a função ecológica do uso das ovelhas na jardinagem.

Esta não é a primeira vez que ovelhas são usadas no Palácio Sanssouci para cuidar do gramado. Frederico, o Grande, idealizador do castelo, foi o primeiro a empregar essa técnica. No século 18, essa era uma das poucas opções existentes para manter a grama sob controle.

Em meados da década de 1980, as ovelhas voltaram por curto tempo ao palácio, que ficava na antiga República Democrática Alemã (RDA) após a divisão do país. Nessa época, elas também tinham a função de jardineiras.

No experimento atual, elas devem voltar aos gramados do palácio até meados deste ano para mais uma temporada de jardinagem. Até lá, a área de pastagem está ocupada pelos pesquisadores do projeto, que estão colhendo dados sobre mudanças na biodiversidade que ocorreram em relação ao início do estudo.

Clarissa Neher trabalha como jornalista freelancer para a DW Brasil e mora desde 2008 na capital alemã. Na coluna Checkpoint Berlim, publicada às segundas-feiras, escreve sobre a cidade que já não é mais tão pobre, mas continua sexy.

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 
WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Leia mais