EUA superam marca de 25 milhões de casos de covid-19 | Notícias internacionais e análises | DW | 24.01.2021

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Estados Unidos

EUA superam marca de 25 milhões de casos de covid-19

Número que representa 7,62% da população foi alcançado pouco mais de um ano após detecção do primeiro caso da doença em território americano. Mais de 417 mil pessoas já morreram no país

Pouco mais de um ano depois do registro do primeiro caso de infecção pelo novo coronavírus em seu território, os Estados Unidos superaram neste domingo (24/01) a marca de 25 milhões de positivos da doença, segundo contagem feita pela Universidade Johns Hopkins.

Já foram contabilizados 25.003.695 casos, o que representa 25,2% do total detectado no planeta. O país, além disso, chegou a 417.538 mortes por covid-19 desde o início da pandemia.

A quantidade de vítimas nos EUA é quase o dobro do Brasil, que, com 216.445 mortes, é o segundo colocado no ranking de mais afetados pela doença provocada pelo novo coronavírus.

A Universidade Johns Hopkins aponta que, em 21 de janeiro do ano passado, foi reportado o primeiro caso do novo coronavírus nos Estados Unidos e que, 367 dois depois, 7,62% da população do país foi infectada pelo patógeno.

Na última sexta-feira, o novo presidente dos EUA, Joe Biden, lançou o que classificou como "estratégia de tempos de guerra", para conter a pandemia no país, o que inclui a quarentena obrigatória para os viajantes que chegam ao país vindos do exterior, além da obrigação do uso de máscaras nos aviões.

No primeiro dia de governo, o sucessor de Donald Trump anunciou que o combate ao novo coronavírus é o principal objetivo do governo, já que as previsões são de que, no próximo mês, será superada a marca de mais de 500 mil mortos nos Estados Unidos.

JPS/efe/ots

Leia mais