Especial Jonas Kaufmann, um dos tenores mais requisitados da atualidade | Programa semanal sobre cultura e arte contemporânea | DW | 28.01.2021

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Camarote.21

Especial Jonas Kaufmann, um dos tenores mais requisitados da atualidade

[Vídeo] Esta edição do Camarote.21 é dedicada a um dos melhores tenores do mundo, o alemão Jonas Kaufmann! Acompanhe um bate-papo com o tenor sobre carreira e ópera em tempos de pandemia.

Assistir ao vídeo 25:49

Trecho da entrevista realizada pelo repórter da DW, Gero Schliess:

DW: A ópera é considerada elitista. Alguns dizem: está acontecendo um desastre climático, a pandemia de coronavírus, guerras... Por que ainda precisamos de ópera? Por que investir nela?

Jonas Kaufmann: É claro que a ópera não é mais importante do que ter comida no prato. Ópera é elitista, sim, custa muito dinheiro porque não é uma forma de arte que é montada apenas uma vez e fica sempre disponível, como as artes plásticas. Mas, ao mesmo tempo, é uma forma de arte incrivelmente fascinante. Caso contrário, não teria sobrevivido ao longo dos séculos. Ela te faz sonhar, entrar em outro mundo, e os sentimentos que transmite são fascinantes e comoventes. Especialmente na sociedade fria em que vivemos hoje em dia, focada em produtividade, lucro e com formas banais de entretenimento, se é que podemos chamar assim. Eu defendo a ópera porque, assim como tantas outras pessoas, sou apaixonado por ela. Essa arte tem uma fascinação e uma beleza... que não consigo imaginar um mundo sem ela.

Veja a entrevista completa no vídeo.