Espanha prende escritor alemão a pedido da Turquia | NRS-Import | DW | 19.08.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NRS-Import

Espanha prende escritor alemão a pedido da Turquia

Dogan Akhanli, de origem turca, foi detido com base em mandado de prisão emitido pela Interpol, a pedido de Ancara. Ele é conhecido por ser crítico do governo turco.

Nascido na Turquia, o escritor Dogan Akhanli mora desde 1991 na Alemanha e tem nacionalidade alemã

Nascido na Turquia, o escritor Dogan Akhanli mora desde 1991 na Alemanha e tem nacionalidade alemã

A polícia espanhola prendeu neste sábado (19/08) o escritor alemão de origem turca Dogan Akhanli em Granada, no sul da Espanha, segundo o advogado do autor, Ilias Uyar, em entrevista ao jornal alemão Kölner Stadt-Anzeiger. Ele afirmou que o autor, que estava de férias na cidade espanhola, foi alvo de um mandado de prisão emitido pela Interpol a pedido da Turquia e diz que não tem conhecimento das acusações contra seu cliente. Nascido na Turquia e radicado desde 1991 na Alemanha, Akhali, é conhecido por ser um crítico do regime em Ancara.

A embaixada alemã na Espanha foi informada, mas não teve acesso ao escritor, que reside em Colônia. O advogado de Akhanli também afirma que não teve acesso a seu cliente. Um porta-voz do Ministério do Exterior da Alemanha disse ao jornal que o órgão analisa o caso. Akhanli tem somente cidadania alemã.

O candidato a chanceler social-democrata, Martin Schulz, denunciou a prisão do escritor como um "ato monstruoso". "O comportamento do presidente turco Erdogan está ganhando características paranoicas", disse ele ao jornal Bild am Sonntag. "Devem ser tomadas todas as providências para impedir que o senhor Akhanli seja extraditado à Turquia e para que, ao invés disso, ele seja libertado o mais rápido possível."

MD/afp/dpa/rtr/kna

Leia mais