DW lança canal no YouTube em turco | Notícias internacionais e análises | DW | 28.04.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Internet

DW lança canal no YouTube em turco

Com o objetivo de fortalecer a liberdade de expressão e de imprensa na Turquia, canal é uma parceria da DW com as emissoras internacionais BBC, France24 e Voice of America.

Logotipo do YouTube em tela de laptop

Com o canal, DW pretende representar valores europeus em questões sociopolíticas na Turquia

Numa parceria inédita com outras três emissoras internacionais, a DW lança nesta segunda-feira (29/04) um canal no YouTube em turco, com o objetivo de constituir uma nova fonte de informações jornalísticas para o país. Por meio da plataforma online, o canal visa alcançar não apenas usuários na Turquia, mas também turcos que vivem fora de seu país.

Juntamente com a britânica BBC, a francesa France24 e a americana Voice of America, a emissora alemã irá publicar vídeos na plataforma online. As reportagens e entrevistas deverão abordar uma ampla gama de temas sociopolíticos, anunciaram as quatro emissoras.

"Com este canal no YouTube, pretendemos oferecer aos usuários informações confiáveis, que promovam a formação de opiniões independentes", afirma o diretor-geral da Deutsche Welle, Peter Limbourg. "Esta é uma colaboração única entre emissoras internacionais, com o intuito de fornecer conteúdo para um público de língua turca interessado em política internacional, economia, ciência e cultura."

Peter Limbourg, diretor-geral da Deutsche Welle

Para o diretor-geral da DW, Peter Limbourg, trata-se de uma "colaboração única"

Juntamente com os gestores das três emissoras parceiras, Limbourg irá lançar o canal do YouTube durante uma coletiva de imprensa em Istambul. Já de início poderá ser encontrada na página online uma série de vídeos, incluindo reportagens sobre a crise no setor de construções na Turquia e sobre o tema casamento infantil.

Todas as quatro emissoras internacionais irão contribuir com conteúdo de vídeo para o canal. "As quatro emissoras irão montar uma vasta oferta também com o objetivo de fortalecer a liberdade de expressão e de imprensa", explica Limbourg.

A Deutsche Welle ficará responsável pelo projeto, e os jornalistas Erkan Arikan e Isil Nergiz estão a cargo da construção do canal. No caso de Arikan, trata-se de seu primeiro grande projeto na DW. No final de 2018, ele trocou a Westdeutscher Rundfunk (WDR) pela Deutsche Welle e assumiu a direção da redação turca na casa.

Sobre o novo projeto, Arikan comenta: "Nós nos concentramos em tópicos que são discutidos na sociedade turca. O novo canal não pretende retratar a atualidade como um canal de notícias comum. Nós nos aprofundamos em tópicos selecionados e podemos, graças aos formatos narrativos mais longos do YouTube, mostrar novos aspectos."

O projeto faz parte do agendamento de tarefas da Deutsche Welle para os anos 2018-2021. A conclusão é que, "ao contrário de muitas esperanças, o governo turco não deixa dúvidas sobre seu rumo autoritário".

A DW pretende representar valores europeus em questões sociopolíticas na Turquia. Essa orientação de conteúdo é certamente um desafio no mercado turco. Segundo a emissora, o trabalho jornalístico na Turquia tem se tornado cada vez mais difícil, e novos parceiros em potencial têm rejeitado cada vez mais a cooperação com provedores de informação ocidentais independentes.

Erkan Arikan, chefe da redação turca da DW

Erkan Arikan, chefe da redação turca da DW, promete abordar temas com profundidade

Plataformas próprias se tornam assim cada vez mais importantes. "A fim de abrir uma janela para a Europa, a DW planeja, junto com provedores internacionais de informação, um canal comum do YouTube e, possivelmente, um canal de TV linear em turco", diz o plano de atividades da empresa. 

A emissora estrangeira financiada por impostos define a cada quatro anos seus objetivos e missões para o futuro. O o plano para o período de 2018 a 2021 foi aprovado pelo Bundestag (Parlamento alemão) em junho do ano passado .

No início de abril, Limbourg apresentou o canal do YouTube no Parlamento. Deputados de todas as bancadas manifestaram apoio ao projeto e apontaram a criação do canal como um passo há muito esperado. Eles elogiaram particularmente a seleção dos temas, que dizem oferecer um valor agregado real para os usuários na Turquia.

Limbourg enfatizou que a DW e seus parceiros dão grande importância ao equilíbrio do conteúdo jornalístico. Por isso, eles foram atrás do governo turco e os informaram antecipadamente sobre o lançamento do canal do YouTube, incentivando-os expressamente a se colocarem à disposição para entrevistas. Desta forma, permite-se a reprodução de todo o espectro de diversidade de opiniões no programa, especialmente no que diz respeito a tópicos mais polêmicos.

É a primeira vez que quatro grandes emissoras ocidentais trabalham juntas. Recentemente, a Deutsche Welle expandiu sua cooperação com o grupo francês France Médias Monde (FFM), que também engloba a France24. Para as eleições europeias de maio deste ano, as redações das duas emissoras preparam uma série de conteúdos a serem postadas em redes sociais e em sites de diversos idiomas.

A Deutsche Welle oferece informações independentes em 30 idiomas. A cada semana, a DW e a FMM alcançam, juntas, 320 milhões de usuários através de TV, rádio e serviços digitais.

A BBC também produz conteúdo para rádio, TV e internet em vários idiomas e para diversas regiões. O programa internacional da emissora alcança uma audiência semanal de 279 milhões de pessoas em todo o mundo.

O quarto parceiro, Voice of America, é a maior empresa de radiodifusão internacional dos Estados Unidos. A casa atua em mais de 40 idiomas para um público de cerca de 275 milhões de pessoas por semana.

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 

WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Leia mais