Designer polariza opiniões ao criar lâmpadas de penas | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 10.07.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Designer polariza opiniões ao criar lâmpadas de penas

[Vídeo] Luminárias feitas à mão são compostas de milhares de penas de gansos e galos.

Assistir ao vídeo 03:54

A designer alemã Heike Buchfelder é especializada em lâmpadas feitas de penas. Ela utiliza exclusivamente penas de gansos e galos, e cada objeto é feito à mão. Para uma lâmpada com cerca de 4 mil penas, ela leva uma semana apenas para encaixar as penas, além de cerca de sete horas para a costura da tela.

Seres humanos e penas de aves têm uma longa história em comum. É o que conta a exposição Penas - aquecer, seduzir, voar no Museu de Artes e Ofícios Winterthur, na Suíça. "A exposição apresenta as penas como um milagre da natureza e mostra a relação das pessoas com elas. Ou seja, qual a funcionalidade que dão as penas, seja no uso diário, na moda, ou na decoração", comenta Susanna Kumschick, curadora do museu.

O trabalho de Heike Buchfelder também faz parte da exposição. As lâmpadas delas são vendidas mundo afora, mas, ao mesmo tempo, polariza opiniões.“Algumas pessoas veem imediatamente o animal, outras não gostam nem um pouco das minhas obras. Mas há também aquelas que ficam totalmente impressionadas...que ficam paradas em frente a uma grande bola branca brilhando. Já vi isso acontecer”, conta.