Da prefeitura ao quarto de dormir: 24 horas de Berlim em documentário | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 05.09.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Da prefeitura ao quarto de dormir: 24 horas de Berlim em documentário

Projeto inédito registra a vida da capital alemã durante 24 horas. O resultado de mais de mil horas de filmagem será visto em um ano. Cineastas de celular também são convidados a participar.

default

Casal é entrevistado e filmado diante dos prédios da praça Postdamer Platz

BdT 09.11.07 Jahrestag Mauerfall

Berlim turística

Oitenta equipes profissionais de filmagem – aliadas a um número indeterminado de cineastas amadores – documentam a vida numa metrópole durante 24 horas. Esse projeto inédito está sendo realizado nesta sexta-feira (05/09) em Berlim: desde as 6h, ininterruptamente, até a manhã de sábado.

A montagem do material total – calculado em mil horas de filme –, resultará num programa de 24 horas, a ser irradiado exatamente daqui a um ano pelos canais ARTE e RBB, assim como por emissoras de televisão da Finlândia e de Israel, entre outras. "Uma première mundial", promete a diretora da RBB, Claudia Nothelle.

Ausländer in Berlin-Kreuzberg

A capital e seus imigrantes

A idéia do original projeto, intitulado 24h Berlin , partiu do diretor de TV Volker Heise. Juntamente com o produtor Thomas Kufus, ele é responsável por séries no formato living history , como Schwarzwaldhaus 1902 (Casa da Floresta Negra 1902) e Unsere 50er Jahre (Nossos anos 50). Heise se inspirou também no documentário Berlim, sinfonia da metrópole , realizado por Walter Ruttmann em 1927: mais de 80 anos mais tarde, uma nova tentativa de registrar a capital com autenticidade.

Do prefeito ao sem-teto

O organograma para 24h Berlin toma quase toda uma parede. Produtores, fotógrafos, técnicos, câmeras, maquinistas e diretores ficam conectados em rede. Com mais de 420 participantes (só entre diretores, quase 80) o projeto é uma verdadeira façanha de logística. Os cineastas captam a vida da metrópole em locais da capital conhecidos internacionalmente, como o Portão de Brandemburgo, a praça Potsdamer Platz ou a nova estação ferroviária central.

Berlin's Regierender Bürgermeister Klaus Wowereit

A câmera ama Wowereit. E vice-versa

Porém 24h Berlin também é rodado longe dos pontos turísticos. Pois seu âmbito de visão deverá abarcar desde o prefeito Klaus Wowereit até os desabrigados da cidade, da sala de parto ao quarto de dormir. Além disso, berlinenses e visitantes foram convidados a registrar suas impressões com as próprias câmeras de vídeo ou telefones celulares, e enviá-las à equipe de produção.

Wowereit já foi saudado pelos cameramen logo pela manhã e acompanhado ao longo de todo o dia. De gravata vermelha e novo corte de cabelo, o "midiogênico" político disse achar uma boa idéia os telespectadores poderem, daqui a um ano, saber como é um dia de trabalho do prefeito de Berlim. Entretanto, "o que é privado permanece privado e ao banheiro eu vou sozinho", disse.

Leia mais