1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Crianças com máscaras numa escola
Além da covid-19, uso de máscaras e distanciamento social dificultaram também a propagação de outros vírusFoto: Jens Krick/Flashpic/picture alliance
SaúdeGlobal

Combate à covid pode ter extinguido linhagem da gripe

1 de outubro de 2021

Em meio a medidas anticoronavírus, linhagem Yamagata do vírus influenza B não é detectada desde abril de 2020, afirmam pesquisadores da Universidade de Hong Kong. Mas isso não necessariamente é uma boa notícia.

https://www.dw.com/pt-br/combate-%C3%A0-covid-pode-ter-extinguido-linhagem-do-v%C3%ADrus-da-gripe/a-59379007?maca=bra-rss-br-all-1030-rdf

As medidas de combate ao novo coronavírus, como o uso de máscaras e o isolamento social, reduziram também a circulação de outros agentes infecciosos, mostra um estudo da Universidade de Hong Kong divulgado em meados de setembro.

Segundo o estudo, algumas linhagens do vírus da gripe se tornaram mais raras ou localizadas ou até mesmo sumiram. A linhagem Yamagata do vírus influenza do tipo B não foi mais detectada desde abril de 2020. Os pesquisadores liderados pelo cientista Vijaykrishna Dhanasekaran disseram acreditar que ela está extinta.

Também as linhagens A(H3N2), A(H1N1) e B/Victoria se tornaram mais raras e com menor diversidade genética. Restrições de viagem também limitaram os surtos de alguns vírus, como o A(H3N2) no sul e no sudeste da Ásia e o A(H1N1) na África Ocidental.

Na Europa, o subtipo H3N2 desaparece todos os anos com a chegada do verão, mas ele continua existindo no sudeste da Ásia, de onde é de novo "importado" por viajantes.

O estudo foi divulgado como preprint (pré-impressão), ou seja, ainda não passou pela revisão de cientistas independentes.

Ondas de gripe mais fortes

Cientistas disseram que não está claro se esse efeito colateral da pandemia de covid-19 é positivo no longo prazo e argumentaram que próximas ondas de gripe, causadas por linhagens mais raras, podem ser mais severas por causa do declínio da imunidade entre a população.

Eles também disseram que vacinas contra a gripe costumam ser produzidas com base nas variantes dos vírus em circulação. Quando a circulação cai drasticamente, há pouca informação disponível sobre quais linhagens podem causar uma nova onda, o que pode comprometer a efetividade de uma vacina.

Na Alemanha, por exemplo, a atual vacina contra a gripe previne contra infecções pela linhagem Yamagata do Influenzavirus B, que, como os cientistas descobriram agora, pode nem estar circulando.

as/lf (OTS)