Clubes europeus querem Olimpíadas fora do calendário da Fifa | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 28.08.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Clubes europeus querem Olimpíadas fora do calendário da Fifa

Associação Européia de Clubes (ECA) espera que o presidente Joseph Blatter recue na intenção de incluir o futebol olímpico no calendário da Fifa e quer reduzir para 19 anos idade máxima de jogadores.

default

Rummenigge disse que terá em breve reunião com Blatter e Platini

Os clubes europeus vão pressionar o presidente da Fifa, Joseph Blatter, para que ele desista de incluir os Jogos Olímpicos no calendário da entidade máxima do futebol mundial. "Não podemos inflar ainda mais o calendário. Temos que acabar com a cobiça. Não é possível que os clubes paguem os jogadores e eles estejam toda hora jogando para as seleções nacionais", afirmou o presidente da Associação Européia de Clubes (ECA), Karl-Heinz Rummenigge, à revista alemã Sport Bild.

Rummenigge assegurou que haverá um encontro com o presidente da Fifa, Joseph Blatter, para debater o assunto. O dirigente alemão disse ainda que convidou o presidente da Uefa, Michel Platini, para participar da reunião e descartou a possibilidade de o Comitê Olímpico Internacional estar presente. O encontro ainda não tem data marcada.

Jogadores até 19 anos

Além disso, a ECA e a Uefa querem reduzir a idade máxima dos jogadores participantes dos Jogos Olímpicos para 19 anos. Segundo Rummenigge, esta é a sugestão do presidente da Uefa. "Talvez cheguemos a um meio-termo. Eu considero a participação de seleções sub-21 como uma saída viável", afirmou.

Sepp Blatter

Blatter quer futebol olímpico sub-23 no calendário da Fifa

De acordo com Platini, neste caso os clubes acatariam o compromisso de liberar seus jogadores mesmo sem a inclusão dos Jogos Olímpicos no calendário da Fifa.

Blatter quer mudar regras

Clubes europeus e seleções nacionais se envolveram numa disputa pelos jogadores por causa dos Jogos Olímpicos de Pequim. Na Alemanha, o Werder Bremen e o Schalke não queriam liberar o meia Diego e o lateral Rafinha. Werder e Schalke recorreram ao Tribunal Arbitral do Esporte, que deu ganho de causa aos clubes alemães. Mas Diego e Rafinha foram a Pequim sem a autorização dos seus empregadores.

Após a confusão, Blatter anunciou que proporá ao comitê executivo da Fifa que inclua o futebol olímpico no calendário da entidade. Ele também sugeriu que apenas jogadores com menos de 23 anos possam participar do torneio, o que significaria o fim das três vagas para atletas acima dessa idade.

Leia mais