Casos de diabetes quadriplicaram desde 1980, diz OMS | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 06.04.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Casos de diabetes quadriplicaram desde 1980, diz OMS

Relatório da Organização Mundial da Saúde aponta que número de adultos afetados pela doença no mundo chegou a 422 milhões – 8,5% da população. Brasil é um dos cinco países mais atingidos.

O número de pessoas com diabetes quadruplicou nos últimos 35 anos, aponta um relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgado nesta quarta-feira (06/04). Segundo a OMS, cerca de 422 milhões de pessoas viviam com diabetes no mundo em 2014, e, em 1980, elas eram 108 milhões.

De acordo com os dados, 8,5% da população adulta é afetada pelo mal no mundo, refletindo um aumento dos fatores de risco associados, como o excesso de peso, obesidade e falta de atividade física.

"A diabetes está em ascensão", disse a diretora da OMS, Margaret Chan, na apresentação do primeiro relatório mundial sobre diabetes da organização. "Não se trata mais de uma doença que ocorre principalmente em países ricos. A diabetes vem aumentando em todos os lugares." Chan atribui a tendência a, entre outras coisas, mudanças de dieta e estilo de vida nos países emergentes.

Em 2015, cerca de 1,5 milhão de pessoas morreram de diabetes e houve cerca de 2,2 milhões de óbitos associados à enfermidade.

Diabetes no Brasil

Segundo os dados da OMS, em 2014, metade dos adultos com diabetes viviam em cinco países: Brasil,China, Índia, Estados Unidos e Indonésia.

No Brasil, mais de 16 milhões de adultos sofrem da doença. A ocorrência do mal, de 8,1%, está ligeiramente abaixo da média mundial, e é maior nas mulheres (8,8%) do que nos homens (7,4%). O excesso de peso afeta 54,2% dos brasileiros, a obesidade, 20,1%, e a inatividade física, 27,2%.

A diabetes provoca a morte de mais de 70 mil brasileiros com mais de 30 anos por ano – cerca de 6% de todas as mortes.

MD/afp/lusa/rtr/abr

Leia mais