Cai número de visitantes da Oktoberfest | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 28.09.2015
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Cultura

Cai número de visitantes da Oktoberfest

Na primeira semana, evento em Munique recebe 3 milhões de pessoas, 300 mil a menos que no mesmo período do ano anterior. Tempo instável e suposta "hesitação" dos turistas dos países vizinhos seriam principais motivos.

A Oktoberfest, famosa festa na cidade alemã de Munique, recebeu nos primeiros dias da edição de 2015 um número menor de visitantes do que o esperado, afirmou neste domingo (27/09) o prefeito de Munique, Dieter Reiter.

Cerca de 3 milhões de visitantes estiveram presentes na primeira semana do evento, trezentos mil a menos que no mesmo período do ano passado. A queda de 10% foi atribuída ao tempo instável e a uma suposta "hesitação" por parte dos visitantes dos países vizinhos à Alemanha.

O consumo de alimentos e bebidas também apresentou leve queda. Uma quantidade 2% menor de cerveja que no ano passado foi consumida até o momento. Mesmo assim, os organizadores da festa esperam que as vendas aumentem até o fechamento do evento, no próximo domingo.

Josef Schmid, chefe da organização da Oktoberfest, disse esperar que após o pagamento de salários, que normalmente ocorre no primeiro dia útil no mês, mais pessoas visitem a festa. O tradicional caneco de um litro de cerveja, o Mass, custa no mínimo dez euros – valor mais alto já cobrado.

Nos últimos anos, os barracões de cerveja costumavam fechar em razão do grande número de pessoas. Desta vez, não há grandes filas e há até lugares vazios. Toni Roiderer, porta-voz da administração do evento, vê isso de modo positivo e afirma que a situação nos barracões está "mais fácil de administrar".

Há dois anos, a Oktoberfest recebeu um público recorde de 3,5 milhões de pessoas somente na primeira semana do evento. Neste ano, a festa teve início no dia 19 de setembro e vai até 4 de outubro.

RC/dpa

Leia mais