Câmera do capacete de Schumacher filmou acidente | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 07.01.2014
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Esporte

Câmera do capacete de Schumacher filmou acidente

Aparelho preso ao capacete teria registrado momento da queda do ex-piloto, e as imagens não foram danificadas. Mulher do heptacampeão de Fórmula 1 pede que imprensa saia do hospital onde marido está internado.

A câmera do capacete de Michael Schumacher estava filmando no momento do acidente de esqui do ex-piloto nos Alpes franceses, e as imagens podem ser aproveitadas. A informação foi dada nesta terça-feira (07/01) pela agência de notícias francesa AFP, baseada em fonte anônima, ligada aos investigadores.

A mesma notícia foi divulgada pelo site do jornal Le Dauphiné Libéré, que cobre a região alpina francesa. Inicialmente, não foi divulgado se as imagens contêm informações que ajudem a esclarecer a causa do acidente e a que velocidade Schumacher esquiava.

Na sexta-feira, cinco dias após o acidente de Schumacher na estação de esqui de Méribel, foi revelado que Schumacher estava usando uma câmera presa ao capacete. A família entregou o aparelho aos investigadores.

Na quarta-feira, a Promotoria Pública da cidade de Albertville, responsável pelo caso, vai dar uma entrevista coletiva à imprensa para relatar os progressos da investigação.

"Deixem nossa família em paz"

Nesta terça-feira, a mulher de Schumacher, Corinna, se dirigiu pela primeira vez à mídia internacional. Em comunicado, ela pediu que os jornalistas se afastem do hospital em Grenoble onde o ex-piloto está internado.

GESPERRT FÜR WEITERE VERWENDUNG Stand: 28.2.2014 Corinna Schumacher Grenoble Krankenhaus 03.01.2014

Corinna pediu, em comunicado escrito, que mídia deixe hospital

"Por favor, nos apoiem em nossa luta comum com Michael. É importante para mim que os senhores aliviem a pressão sobre os médicos e o hospital, para que eles possam trabalhar em paz", escreveu Corinna. "Por favor, confiem em suas declarações e deixem o hospital. Por favor, deixem também nossa família em paz."

O heptacampeão mundial de Fórmula 1 está em estado crítico, em coma induzido, desde 29 de dezembro, quando caiu e se chocou contra uma rocha em uma área fora das pistas demarcadas, quando esquiava nos Alpes franceses.

MD/afp/sid/dpa

Leia mais