Brasileiro conquista ouro na Olimpíada Internacional de Matemática | Novidades da ciência para melhorar a qualidade de vida | DW | 14.07.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência

Brasileiro conquista ouro na Olimpíada Internacional de Matemática

Estudante paulista de 17 anos recebe medalha de ouro em competição disputada por quase 600 jovens. Equipe brasileira também levou quatro medalhas de bronze e uma menção honrosa para casa.

Pape com números e lápis

Olimpíada Internacional de Matemática é a mais antiga e prestigiada competição científica para estudantes do ensino médio

O estudante brasileiro Pedro Lucas Lanaro Sponchiado, de São Paulo, conquistou uma medalha de ouro na Olimpíada Internacional de Matemática (IMO, na sigla em inglês), encerrada nesta sexta-feira (13/07). O jovem de 17 anos foi o primeiro representante do Brasil a vencer a competição desde 2012.

Aluno do 3º ano do Colégio Etapa, Sponchiado acertou 35 dos 42 pontos possíveis nas duas provas da competição, ficando na 12ª posição na classificação geral. A olimpíada deste ano foi realizada em Cluj-Napoca, na Romênia, e contou com a participação de 594 estudantes.

Além do ouro para Sponchiado, outros quatro brasileiros receberam medalhas de bronze: Bruno Brasil Meinhart (17 anos) e Pedro Gomes Cabral (15), de Fortaleza; e Bernardo Peruzzo Trevizan (16) e André Yuji Hisatsuga (18), de São Paulo. Lucas Hiroshi Hanke Harada (17), também de São Paulo, ficou com a menção honrosa.

Assistir ao vídeo 04:27
Ao vivo agora
04:27 min

Aprender matemática em ritmo de música

Os seis representantes do Brasil foram escolhidos depois de quatro provas seletivas realizadas entre os premiados na 39ª Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM). O grupo foi liderado pelos professores Régis Prado Barbosa, de São Paulo, e Armando Barbosa Filho, de Fortaleza.

A equipe ficou na 28ª posição no quadro geral, superando o resultado alcançado na olimpíada anterior, disputada no Rio de Janeiro: o Brasil terminou na 37ª colocação, com duas medalhas de prata, uma de bronze e duas menções honrosas.

"A conquista vem coroar um trabalho realizado há vários anos, de preparação dos representantes brasileiros na olimpíada internacional", avalia Claudio Landim, diretor adjunto do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), centro de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. A entidade coordena as olimpíadas nacionais de matemática e foi responsável por treinar a equipe brasileira.

A IMO é a mais antiga e prestigiada olimpíada científica para estudantes do ensino médio. Foi criada em 1959 e conta com a participação do Brasil desde 1979. Desde então, as equipes brasileiras conquistaram 130 medalhas, sendo dez de ouro, 43 de prata e 77 de bronze, além de 32 menções honrosas.

Nesta edição, os Estados Unidos terminaram em primeiro lugar no ranking geral, a Rússia, em segundo, e a China, em terceiro. Em 2019, a IMO será disputada na Inglaterra e, em 2020, na Rússia.

LPF/abr/ots

_____________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 
WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados