Brasil registra mais 733 mortes por covid-19 | Notícias e análises sobre os fatos mais relevantes do Brasil | DW | 13.07.2020

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Coronavírus

Brasil registra mais 733 mortes por covid-19

Número de óbitos no país se aproxima de 73 mil. Casos chegam a 1,88 milhão.

Números do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) divulgados nesta segunda-feira (13/07) apontam que mais 733 mortes por covid-19 foram notificadas no Brasil nas últimas 24 horas. Com isso, o total de óbitos pela doença oficialmente identificados chegou a 72.833, segundo atualização publicada às 18h.

É a segunda pior marca já registrada numa segunda-feira, dia em que o número de óbitos é normalmente mais baixo por causa do represamento de dados do fim de semana. A marca só fica atrás da registrada em 25/05, quando 807 mortes foram notificadas.

Diversas autoridades e instituições de saúde em todo o país, no entanto, alertaram que os números reais da doença devem ser maiores em razão da falta de testes em larga escala e da subnotificação.

O Brasil ainda registrou oficialmente mais 20.286 casos, elevando o total para 1.884.967. A marca é semelhante à da segunda-feira anterior.

Já a taxa de mortalidade por grupo de 100 mil habitantes chegou a 34,7. Em número total de óbitos, o país ocupa a segunda posição no mundo. Já no cálculo levando em conta a população, o Brasil aparece em 14° – bem à frente de países vizinhos, como a Argentina (4,15) e o Uruguai (0,9).

Nações europeias duramente atingidas pela doença, como o Reino Unido (67,54) e a Bélgica (85,64), ainda aparecem bem à frente, mas esses países começaram a registrar seus primeiros casos entre três e quatros semanas antes do Brasil, e o número de óbitos diários está caindo - hoje está na marca das dezenas. 

O Conass ainda apontou que o estado de São Paulo também chegou à marca de 374.607 casos, superando em números absolutos países como a Espanha e a Itália, que estão entre os países europeus mais atingidos pela doença. O estado registrou 17.907 mortes – abaixo dos quase 35 mil da Itália. 

O Ceará é o segundo estado com mais casos: 137. 206. Tem ainda 6.947 mortes. O Rio de Janeiro é o terceiro, com 132.044, mas um número de mortes superior ao Ceará: 11.474.

O Conass não comunicou o número de recuperados. No domingo, o Ministério da Saúde havia informado que o número chegara a 1.123.204.

_____________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 
App | Instagram | Newsletter