Bomba da 2ª Guerra Mundial é desativada em Frankfurt | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 03.09.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Alemanha

Bomba da 2ª Guerra Mundial é desativada em Frankfurt

Artefato provocou retirada de 60 mil pessoas. Foi a maior operação desse tipo na Alemanha depois do fim do conflito.

A bomba de 1,8 tonelada foi descoberta durante uma obra numa rua do bairro de Westend

A bomba de 1,8 tonelada foi descoberta durante uma obra numa rua do bairro de Westend

Especialistas em explosivos desarmaram neste domingo (03/09) uma bomba da Segunda Guerra Mundial em Frankfurt. O artefato foi descoberto na semana passada em um canteiro de obras. Um total de 60 mil pessoas – cerca de 8% da população da cidade – teve que deixar a área enquanto prosseguiam os trabalhos para neutralizar a bomba. Foi a maior operação desse tipo na Alemanha desde o fim da guerra. 

Os técnicos precisaram de quatro horas para desativar a bomba. A operação de evacuação começou bem antes, por volta de 8 horas no horário local (3 horas da manhã em Brasília) e se estendeu até 18h30 (horário local).

Abrigo instalado para moradores que foram retirados de suas casas em Frankfurt

Abrigo instalado para moradores que foram retirados de suas casas em Frankfurt

Nesse período, até mesmo hospitais e asilos de idosos na região foram evacuados, assim como as sedes do Banco Central Alemão e de uma TV local. Abrigos foram montados para moradores que não puderam ir para a casa de amigos ou familiares. Dois desses abrigos tinham capacidade para 10 mil pessoas. A cidade também montou uma operação de "distração" para os moradores afetados, permitindo que eles pudessem visitar os museus da cidade sem custos.

A bomba de 1,8 tonelada, do tipo HC4000, utilizada pela Força Aérea Britânica, foi descoberta durante uma obra numa rua do bairro de Westend, próximo à Universidade de Frankfurt. Ela teria sido lançada entre 1943 e 1945, e foi danificada no impacto com o solo.

Devido aos intensos bombardeios dos aliados durante a Segunda Guerra Mundial, os serviços de remoção de artefatos militares da Alemanha desativam regularmente bombas encontradas em obras, florestas e zonas rurais. Antes deste episódio em Frankfurt, a maior operação de retirada de pessoas devido à neutralização de uma bomba ocorreu em 25 de dezembro do ano passado em Augsburg, no sul do país, quando 54 mil pessoas tiveram de deixar as suas casas.

JPS/dpa

Leia mais