Bienal de Arte de Berlim: ″Nós não precisamos de outro heroi″ | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 23.08.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Bienal de Arte de Berlim: "Nós não precisamos de outro heroi"

A 10ª edição da Bienal de Arte de Berlim é realizada em cinco pontos da capital alemã. A ideia da equipe de curadores é fugir da perspectiva ocidental branca sobre a África.

Assistir ao vídeo 04:22

Entre as obras, o trabalho de Thierry Oussou, que faz uma alusão à disputa entre França e Benin pela devolução de um antigo trono. O artista de Benin expõe achados arqueológicos e a documentação de uma escavação. Ele reconstruiu uma réplica do trono e o enterrou para que fosse desenterrado por estudantes de arqueologia.

No lendário teatro Volksbühne Ost, é realizada a apresentação da dupla de irmãs porto-riquenhas Las Nietas De Nonó. Elas encenam operações, experimentos médicos e testes com medicamentos para criticar a situação em Porto Rico, onde as mulheres se tornaram cobaias da indústria farmacêutica americana.

A Bienal de Arte de Berlim vai até o dia 9 de setembro.