Biden propõe pagar US$ 100 para quem tomar vacina | Notícias internacionais e análises | DW | 29.07.2021

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Estados Unidos

Biden propõe pagar US$ 100 para quem tomar vacina

Presidente dos EUA pediu que governos estaduais e municipais providenciem pagamento que equivale a R$ 512 para incentivar imunização. Nova York já adotou modelo.

McLean, USA | Joe Biden zu Besuch bei ODNI

Nos EUA, 57%,7 da população já recebeu a primeira dose da vacina e 49,8% já estão totalmente imunizados.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, solicitou nesta quinta-feira (29/07) que governos estaduais, locais e territoriais do país providenciem pagamentos no valor de 100 dólares (R$ 512) para cada americano que se vacinar. O objetivo é impulsionar as taxas de vacinação contra a covid-19 no país.

O Departamento do Tesouro afirmou em nota que tais incentivos podem ser pagos com recursos de um pacote de 350 bilhões de dólares concedido a governos estaduais, locais, territoriais e indígenas em março. O departamento acrescentou que irá providenciar assistência técnica na utilização da verba para apoiar o aumento da vacinação.

O Departamento do Tesouro também disse que vai aumentar um crédito fiscal para que empregadores possam remunerar seus funcionários para que recebam uma folga remunerada para se vacinarem, ou ainda para ajudar membros de suas famílias ou outros indivíduos a garantirem suas vacinações.

"Hoje, o presidente está pedindo aos governos estaduais, territoriais e locais que ofereçam pagamentos de 100 dólares para cada americano que se vacinar, como um incentivo extra para impulsionar o número de vacinados, proteger comunidades e salvar vidas", informou o Tesouro.

Na quarta-feira, o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, já havia anunciado que qualquer pessoa que tome sua primeira dose de vacina contra a covid-19 em um estabelecimento administrado pelo município receberá um pagamento de 100 dólares.

Nos EUA, 57%,7 da população já recebeu a primeira dose da vacina e 49,8% já estão totalmente imunizados.

Ainda nesta quinta-feira, Biden emitiu uma ordem para incentivar a vacinação entre funcionários públicos federais.

De acordo com a medida, aqueles que não "demonstrarem estar totalmente vacinados" terão que usar máscara no trabalho, independentemente de sua localização, manter distanciamento físico dos outros funcionários e "cumprir um requisito de exames de detecção semanais ou duas vezes por semana".

Biden também vai pedir ao Pentágono que estude a possibilidade de acrescentar a vacina contra a covid-19  à lista de imunizantes obrigatórios para militares.

A pandemia já provocou 612 mil mortes nos EUA. Em números absolutos, é o país com mais mortes por covid-19 no mundo. Desde o início da crise, mais de 34 milhões de americanos testaram positivo para a doença.

jps (Reuters, Lusa)