Bélgica proíbe entrada de passageiros vindos do Brasil | Notícias internacionais e análises | DW | 27.04.2021

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Europa

Bélgica proíbe entrada de passageiros vindos do Brasil

Devido a novas variantes do coronavírus, também fica temporariamente proibido ingresso no país de viajantes procedentes da Índia e da África do Sul.

Funcionários caminham pelo aeroporto de Bruxelas, na Bélgica

Funcionários caminham pelo aeroporto de Bruxelas, na Bélgica

A Bélgica decidiu nesta quarta-feira (27/04) proibir temporariamente a entrada em seu território de viajantes vindos da Índia, do Brasil e da África do Sul. A decisão foi tomada depois de as autoridades belgas detectarem alguns casos da variante indiana do novo coronavírus.

Com a decisão, fica proibido o transporte de pessoas a partir desses três países, por avião, trem, navio ou ônibus, inclusive quando apenas estiverem em trânsito.

Entre as exceções estão viagens diplomáticas e de pessoas que trabalham para organizações internacionais ou que tenham sido convidadas por elas e cuja presença seja indispensável para o bom funcionamento delas.

Pessoas de nacionalidade belga ou com residência na Bélgica que estejam nesses três países poderão regressar. Porém, elas deverão fazer um teste PCR ao chegarem e ficar em quarentena por ao menos uma semana, quando serão submetidas a novo teste.

A Bélgica detectou recentemente 20 casos da variante indiana do novo coronavírus num grupo de estudantes que havia viajado de avião da Índia para Paris e depois seguido de ônibus para a Bélgica. Esses casos se somam a outros sete em todo o país.

A variante britânica é atualmente a dominante na Bélgica, somando 85% dos casos, enquanto as variantes sul-africana e brasileira representam menos de 5% cada.

as/lf (Efe, AFP)

Leia mais