Bélgica emite ordem de prisão contra quinto suspeito | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 24.11.2015
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Bélgica emite ordem de prisão contra quinto suspeito

Homem identificado como Mohamed Abrini foi visto ao lado do suspeito Salah Abdeslam dois dias antes dos atentados de Paris. Ele dirigia um carro usado nos ataques.

Autoridades da Bélgica expediram nesta terça-feira (24/11) uma ordem internacional de prisão para um homem conhecido como Mohamed Abrini, de 30 anos. Ele foi visto antes dos atentados de 13 de Novembro em Paris ao lado de Salah Abdeslam, que está sendo procurado por suspeita de envolvimento nos ataques.

Segundo o procurador federal belga, Abrini foi visto ao lado de Abdeslam num posto de combustíveis no norte da França, dois dias antes dos atentados. Abrini estava dirigindo o Renault Clio que seria usado pelos terroristas na capital francesa.

Mohamed Abrini

Mohamed Abrini

A imagem divulgada pela polícia é acompanhada de uma descriação de Abrini como "perigoso e provavelmente armado". O procurador disse que Abrini foi filmado ao lado de Abdeslam por volta das 19h de quarta-feira em Ressons, na rodovia que liga Paris a Bruxelas.

O procurador também deu detalhes sobre duas pessoas formalmente acusadas de terrorismo e disse que uma quinta pessoa, de nome ainda não divulgado, foi acusada nesta terça.

As duas únicas pessoas até então nomeadas são Mohammed Amri e Hamza Attou. Eles admitiram terem viajado de Bruxelas para Paris para buscar Abdeslam, mas disseram que não sabiam o que ele estava fazendo na capital francesa.

O promotor disse ainda que um cidadão francês chamado Ali O., de 31 anos, que morava no distrito de Molenbeek, em Bruxelas e que foi detido no domingo, pegou Abdeslam de carro depois de ele ter sido levado para a Bélgica por Amri e Attou, já no dia 14.

Um marroquino de 39 anos chamado Lazez A., detido na semana passada e também residente no oeste de Bruxelas, é a quarta pessoa acusada na Bélgica. Um quinta pessoa, não identificada, também foi formalmente acusada.

AS/rtr/afp

Leia mais