Autor de atentado em Düsseldorf é preso 17 anos depois | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 01.02.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Autor de atentado em Düsseldorf é preso 17 anos depois

Neonazista de 50 anos foi localizado em Ratingen, no oeste da Alemanha. Ele é acusado de explodir bomba em estação de trem e ferir dez pessoas. Motivação seria xenófoba.

Atentado em estação de trem de Düsseldorf ocorreu no ano 2000

Atentado em estação de trem de Düsseldorf ocorreu no ano 2000

Um homem acusado de perpetrar um ataque à bomba numa estação de trem em Düsseldorf, no oeste da Alemanha, foi nesta quarta-feira (01/02), 17 anos depois do crime.

No atentado ocorrido em 2000, dez pessoas ficaram feridas, a maioria judeus imigrantes vindos da ex-União Soviética. O homem de 50 anos foi detido perto da cidade de Ratingen, na região administrativa de Düsseldorf.

Ele chegou a ser detido em 2000, mas foi liberado por falta de provas. Na época, o ex-soldado do Exército alemão, que era considerado um neonazista e fanático por armas, conduzia uma loja de artigos militares.

Suspeita-se que o motivo do atentado tenha sido xenofobia. A bomba explodiu na estação Wehrhahn, na região de Düsseldorf. As vítimas estavam voltando de um curso de alemão. Uma gestante perdeu o bebê depois do ataque.

Autoridades reabriram o caso há dois anos ao usar exames avançados de DNA para examinar um pedaço da bomba que foi recolhido no local do crime.

KG/afp/dpa/ap

Leia mais