AUMENTA A TENSÃO ENTRE IRÃ E PAÍSES OCIDENTAIS | Escreva sua opinião, comentários, críticas ou sugestões | DW | 27.06.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

AUMENTA A TENSÃO ENTRE IRÃ E PAÍSES OCIDENTAIS

Conflitos no Irã, paraísos fiscais, visita de Merkel a Obama, subsídios agrícolas e caça às baleias foram alguns dos temas comentados por nossos leitores durante esta semana. Não deixe de ler!

default

O que me deixa verdeiramente perplexo em alguns governantes europeus é sua arrogância em dizerem: Nós exigimos no Irã total recontagem de votos. Nós exigimos do Irã que o governo não use de violência contra os manifestantes. É um verdadeiro descalabro, como se o Irã fosse uma república de bananas na qual estão acostumados a mandar e desmandar. Que prova foi apresentada até agora sobre irregularidades na eleição iraniana a não ser as palavras de quem perde? [...]
José Zilmar D. Ache

O governo do Irã está totalmente certo! Países europeus, e principalmente os EUA, não devem intervir em um problema que pertence somente ao povo iraniano. Não devemos nos esquecer como começou a Segunda Guerra Mundial. Um problema que pertencia somente a Alemanha e a Polônia, e sendo assim, deveria se resolver entre eles. E o que constatamos, a intervenção inglesa e francesa, quando a própria Polônia solicitou gritantemente "ajuda e proteção" dos mesmos. O resultado foi a declaração de guerra contra a Alemanha, pela França e Inglaterra. O governo "alemão" da Frau Merkel deve se ocupar com a França, a Inglaterra e os EUA, que ainda impedem e trabalham contra nosso povo, para manter-nos atados à sua política de subserviência. A Alemanha possui poder econômico, merecidamente, e isto é um fato. Mas onde fica o poder político externo e militar? Será que somente os EUA, França e Israel, devem deter o controle bélico e político do mundo? [...]
Francisco Waitz

Não há como concordar... Quando há dois pesos e duas medidas, impossível concordar. O povo iraniano escolheu democraticamente seu presidente. A mídia e os periodistas não contam que a CIA andava por lá, cooptando os dissidentes (que sempre há, em qualquer país), para lutar contra Ahmadinejad. A BBC mascarou fotos utilizando fotos de apoio ao presidente reeleito, como se fossem para Mousavi. Quando a mídia golpista e alinhada ao consenso de Washington vai se tornar de fato independente? Não se importar com as condenações dos congressistas norte-americanos, ou com o primeiro ministro da Inglaterra ou da Alemanha quanto ao Irã, é no minimo saudável para a mente humana. Se não tivesse tido a infiltração de agentes terroristas no Irã, teria havido protestos?
M. Lima

PARAÍSOS FISCAIS

Os paraísos fiscais foram tolerados até o surgimento da necessidade de maior arrecadação tributária pelos países desenvolvidos economicamente, o que talvez leve a deduzir um descaso com a evasão fiscal dos países economicamente em desenvolvimento ou subdesenvolvidos, prejudicados pela prática da corrupção pura e simples ou por outros artifícios igualmente condenáveis, tal como concessões fiscais privilegiadas dentro desses países a corporações transnacionais, fato que contribui também para a oneração dos demais contribuintes e para a injustiça fiscal. Portanto, o aprimoramento do mecanismo de controle fiscal não deve se resumir tão somente ao combate dos paraísos fiscais, com o fim unicamente econômico, mas também deve se revestir de um caráter humanista, combatendo-se também os países que propiciam a prática de concessão ou oneração fiscal em detrimento de sua população, seja com a sobrecarga tributária em produtos essenciais ao ser humano, como remédios, alimentação ou livros, seja pela complacência com a prática de elisão fiscal.
Renato Wieser

PRIMEIRA VISITA OFICIAL DE MERKEL A OBAMA

Até que enfim! Parece que as coisas poderão começar a ter um desdobramento esperado. Só espero que a Alemanha continue a se tornar mais forte politicamente, para contrabalancear a política duvidosa da América. Não para servir aos interesses americanos, mas crescer cada vez mais, de forma grandiosa e intrépida, o que compete à grandeza do povo alemão.
Francisco Waitz

SUBSÍDIOS AGRÍCOLAS DA UE

Os consumidores dos países prejudicados pelos subsídios deveriam boicotar (deixar de comprar) as empresas que vendem produtos que recebem tais benefícios odiosos. É, aliás, o que entidades internacionais, como Greenpeace, estão fazendo no Brasil com quem revende carne oriunda de desmatamento na Amazônia. Eu apoio total!!!
Cesaltino Cambiaghi

CAÇA À BALEIA

Sou a favor da comercialização da carne de baleia, desde que o explorador adote um casal dos cetáceos para reprodução e tome consciência do quanto custa à natureza criar e manter esses maravilhosos mamíferos.
Josenias Pontes

AS ESCULTURAS DO FRISO DO PARTENON

Engraçado, os britânicos roubaram peças históricas dos gregos e tudo fica por isso mesmo. Já pensaram se fosse a Alemanha que tivesse feito isso? Já teria um movimento global para as devoluções. Está na hora de o mundo denunciar o império britânico, que foi, ao meu ver, o maior destruidor de culturas e o maior genocida que já houve na história. Além de ter saqueado monumentos e riquezas dos países que invadiram.
Tom Mag







Leia mais