Atirador usou Twitter para convocar resistência à violência policial | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 18.07.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Atirador usou Twitter para convocar resistência à violência policial

O ex-fuzileiro naval negro Gavin Eugene, de 29 anos, esteve em Dallas onde ocorreu ataque semelhante contra policiais. No domingo, ele matou três policiais e morreu na troca de tiros em Baton Rouge, no Estado da Luisiana.

Assistir ao vídeo 01:10
Ao vivo agora
01:10 min

O militar da reserva que matou três policiais na Luisiania, nos Estados Unidos, recebeu várias distinções durante sua passagem pelas Forças Armadas, incluindo uma medalha por boa conduta. Nos últimos dias, ele teria publicado no Twitter, mensagens em que convocava à resistência contra a violência policial contra negros. Ele esteve há poucos dias em Dallas, segundo postagens dele no Twitter. Em 7 de julho, a cidade texana foi palco de um ataque semelhante, no qual cinco policiais brancos foram mortos por um atirador que também era negro e ex-militar.