1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Combatentes do Talibã com armas
Autoria do atentado não foi assumida, mas combatentes do Talibã têm enfrentado ataques do "Estado Islâmico"Foto: Wakil Kohsar/AFP/Getty Images
PolíticaAfeganistão

Bomba em funeral da mãe de porta-voz do Talibã deixa mortos

3 de outubro de 2021

Artefato explodiu na entrada de uma mesquita na capital do Afeganistão. Segundo o grupo fundamentalista, atentado tirou a vida de civis, mas não atingiu seus combatentes.

https://www.dw.com/pt-br/ataque-a-bomba-em-funeral-da-m%C3%A3e-de-porta-voz-do-talib%C3%A3-deixa-mortos-em-cabul/a-59390669?maca=bra-rss-br-all-1030-rdf

Uma bomba explodiu neste domingo (03/10) em uma mesquita em Cabul onde estava sendo realizada uma cerimônia em memória da mãe do porta-voz do Talibã, Zabihullah Mujahid.

O ataque tirou a vidas de civis, mas não atingiu combatentes do Talibã, disse Bilal Karimi, um representante do grupo fundamentalista islâmico, que tomou o poder no Afeganistão em meados de agosto.

Ele disse que os mortos estavam do lado de fora do portão da mesquita, mas não informou o número de vítimas e disse que uma investigação estava em andamento.

Uma hospital em Cabul financiado pela Itália informou que havia recebido quatro pessoas feridas na explosão. A área ao redor da mesquita foi isolada pelo Talibã, que manteve uma forte presença de segurança no local.

Ninguém reivindicou a responsabilidade pelo ataque até o momento. Contudo, desde que o Talibã tomou o controle do Afeganistão, os ataques dos militantes do grupo "Estado Islâmico" (EI) contra eles aumentaram.

O EI mantém uma forte presença na província oriental de Nangarhar e considera o Talibã um inimigo. O grupo tem reivindicado vários ataques contra o Talibã, incluindo alguns que provocaram mortes na cidade de Jalalabad.

Os ataques em Cabul têm sido até agora pouco frequentes, mas nas últimas semanas o EI tem dado sinais de que está expandindo sua presença e chegando mais perto da capital.

Na sexta-feira, combatentes do Talibã invadiram um esconderijo do EI ao norte de Cabul, na província de Parwan. A operação foi deflagrada depois que uma bomba do EI instalada na beira de uma estrada feriu quatro combatentes do Talibã na região.

bl (AP)