Assassinato de criança por adolescente choca Alemanha | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 10.03.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Assassinato de criança por adolescente choca Alemanha

Jovem de 19 anos esfaqueou menino e divulgou fotos da cena do crime na internet. Depois de três dias de busca, entrou em uma lanchonete na cidade de Herne e se entregou: "Eu sou o procurado", disse.

Deutschland Trauer nach Gewalttat an Kind in Herne (picture-alliance/dpa/M. Kusch)

Homenagem à criança assassinada na cidade de Herne, no oeste da Alemanha

Após três dias de busca, a polícia alemã prendeu na noite desta quinta-feira (09/03) um jovem de 19 anos que afirma ter matado um vizinho de 9 anos no início da semana em uma cidade do oeste da Alemanha. O caso chocou o país depois que o suspeito divulgou na internet fotos da cena do crime e da vítima já sem vida.

Em comunicado, a polícia de Dortmund identificou o adolescente apenas como Marcel H., desempregado e sem antecedentes criminais. Segundo os agentes, ele entrou em uma unidade de uma rede de fast-food na cidade de Herne e disse: "Eu sou o procurado. Chamem a polícia."

O adolescente também teria avisado de um incêndio em um apartamento próximo, onde foi encontrado o corpo de um homem. Ainda não há informações sobre a identidade da segunda vítima, e tampouco se há uma conexão entre Marcel e o último episódio. Em conversas na internet, no entanto, o suspeito teria dito que lutou "contra uma besta de 120 quilos que deu mais trabalho que a criança".

As forças de segurança receberam mais de 1.400 pistas sobre o possível paradeiro de Marcel.

Desde segunda-feira, quando o corpo do pequeno Jaden foi encontrado esfaqueado no porão da casa do acusado, os investigadores tentavam descobrir seu paradeiro. Durante a busca, a polícia alertou que o jovem era perigoso e que poderia cometer outros crimes.

As imagens do assassinato divulgadas na internet deixaram os investigadores "sem palavras", disse o secretário do Interior da Renânia do Norte-Vestfália, Ralf Jäger. O assassino aparecia junto ao corpo com as mãos ensanguentadas e alardeando ter matado o menino.

As fotos foram publicadas na chamada "darknet", uma parte da internet inacessível para a maioria dos usuários e que costuma ser usada para atividades ilegais, como tráfico de drogas e armas e pornografia infantil.

IP/efe/dpa/afp

Leia mais