Artista Tika mistura tradição e modernidade em galeria berlinense | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 07.04.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Artista Tika mistura tradição e modernidade em galeria berlinense

'Tikathek' reúne obras em diferentes formatos e com influências que vão das ruas da África aos astecas no México, passando pela arte urbana do Brasil.

default

'Elephant', de Tika

Em sua segunda exposição em Berlim, a artista suíça Tika reúne obras de uma maneira inusitada e divertida, mostrando que seu trabalho vai além da arte de rua e funciona também como um catalisador de mídias, ideias e culturas. Tika é uma artista do mundo. Ela cresceu entre Zurique, Colônia, Cairo e Bruxelas e hoje divide seu tempo entre sua cidade natal – Zurique –, Berlim e o Rio de Janeiro.

Tikathek é uma síntese dessa vivência e de seu trabalho nos últimos cinco anos. "A ideia de Tikathek é apresentar uma coleção de trabalhos, como livros numa biblioteca ou ainda como jogos numa ludoteca. Com isso queria mostrar a variedade de técnicas que uso", declarou a artista. A palavra vem da junção do nome Tika com Bibliothek (biblioteca, em alemão).

Arte de rua

Essa vivência por diferentes culturas levou, muitas vezes por acaso, a artista a lugares que influenciaram muito o seu trabalho. "Em 2003, trabalhei na Cidade do México como designer gráfica e lá vi muitas esculturas astecas. Nesse período desenhei minha primeira cabeça com nariz grande, que virou fundamento do meu estilo."

Outra influência importante no trabalho de Tika é a arte de rua, que ela começou a vivenciar com mais intensidade no Brasil. "Em 2006, resolvi passar um tempo no Rio de Janeiro. Chegando lá, logo fiz vários amigos, e alguns deles me levaram para pintar na rua. Vinda de um país tão rígido como a Suíça, o Rio se tornou um paraíso para mim, pois tinha a liberdade e o tempo para pintar na rua. Pude experimentar e desenvolver meu próprio estilo."

Flash-Galerie Tikathek TIKA Zum frechen Pfau

'Pavão atrevido' de Tika pode ser visto em Berlim até 23 de abril

Segundo a artista, a cena de arte de rua no Brasil é mais aberta a experimentar técnicas e expressões, já que na Europa a cena é mais tradicional. Essa liberdade a encantou: "No Brasil, as cores e formas explodem nas paredes."

Técnica e conteúdo

O que se vê nas paredes da galeria Skalitzers é uma enorme variedade de técnicas que vão desde a impressão até a pintura em tela, passando por gravuras. A madeira é parte muito importante no trabalho da artista, sendo usada de várias maneiras.

Além da impressão, Tika pinta sobre a madeira, esculpe e usa cortes em sua obra. O apreço pela técnica e pelo material é parte integrante do processo criativo da artista. "Começo o trabalho quando me sinto inspirada por um objeto ou material. Raramente tenho ideia do conteúdo no início do processo. Já comecei a desenhar um leão que depois virou um urso", disse.

Desde criança, Tika já espalhava sua arte pelas ruas. Hoje seu trabalho pode ser visto em ruas da África do Sul, da Argentina, do Brasil, do México, dos Estados Unidos, da China, da Tailândia e por toda a Europa.

Segundo a artista, 'Tikathek', exposta em Berlim, é algo exclusivo e especial, já que a concepção e a escolha das obras foi feita de acordo com o espaço da galeria, o que ela tem feito para cada diferente exposição. Seus próximos projetos incluem a pintura de murais no Egito e na Turquia. 'Tikathek' pode ser vista na galeria Skalitzers, em Berlim, até o dia 23 de abril.

Autor: Marco Sanchez
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais