Arte no exílio: o trabalho da iraniana Shirin Neshat | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 02.08.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Arte no exílio: o trabalho da iraniana Shirin Neshat

Retrospectiva em Tübingen é dedicada a todo espectro da obra da artista exilada.

Assistir ao vídeo 01:10

Nos anos 90 a artista se dedicou ao tema: mulheres no Irã e retratou mulheres que se libertaram da dominação masculina e partiram para o desconhecido. A arte de Shirin também reflete os próprios pesadelos, como a busca pela mãe e o fato de ter sido expulsa de seu país. Agora o trabalho da artista muda de foco:
Shirin Neshat se concentra na montagem da ópera "Aida", de Giuseppe Verdi, no Festival de Salzburgo, na Áustria.