Armas viram pás em projeto inspirado no legado de Beuys | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 27.05.2021

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Armas viram pás em projeto inspirado no legado de Beuys

[Vídeo] A utopia de uma outra sociedade é o centro do trabalho de Pedro Reyes, um dos artistas contemporâneos mais requisitados do México.

Assistir ao vídeo 05:39

Pensar de forma diferente e abrir novos caminhos é o objetivo do artista conceitual mexicano Pedro Reyes. O projeto mais famoso dele é o Palas por Pistolas ("Pás por armas", em tradução livre). Em 2008, com apoio das autoridades mexicanas, ele pediu que as pessoas entregassem suas armas em troca de vale-alimentação. Assim, 1.527 armas foram derretidas e transformadas em pás, que Reyes usou para plantar a mesma quantidade de árvores. "Para cada arma existe agora uma árvore. Acho muito interessante essa transmutação da matéria, ou seja, esse processo de transformação física do metal. Um metal ligado à morte se tornou um agente da vida", comemora o artista

Como o problema da violência ainda é uma realidade no México, Pedro continua trabalhando com o tema. No projeto Desarmar, ele transformou armas em instrumentos musicais. Em 2020, para uma exposição na Basileia, na Suíça, Pedro criou caixas de música feitas de componentes dos principais fabricantes de armas para fazer uma crítica à comercialização global de armamentos.

A primeira exposição de Beuys no México foi realizada no início dos anos 1990 - um acontecimento que marcou Pedro Reyes: "a influência de Beuys foi crucial para mim. Pela convicção que tem da utilidade da arte. Ele é uma fonte de inspiração, mas mais pelas ideias do que pelas obras em si."